Linha Desportiva
Adicionar aos Favoritos Adicionar aos Favoritos
:: COLUNA DO MUNDO ::
Estoril Praia - Ano Histórico


Preâmbulo: Faço este texto, na qualidade de sócio do clube.

O ano de 2014 foi absolutamente tremendo para todo o universo do Grupo Desportivo Estoril Praia. 12 meses marcados por vitórias inéditas, obtenção de records absolutos e de inovações aguardadas há muito por muitos Estorilistas. Torna-se deste modo e paradoxalmente fácil e complicado simultaneamente escrever e falar de um ano memorável, mas que nos deixa desafios árduos e estimulantes para 2015.

Indo às vitórias históricas da equipa sénior:
Porto 0 vs 1 Estoril a 22 de Fevereiro com um golo de Evandro aos 78 minutos
Sporting 0 vs 1 Estoril a 11 de Maio, igualmente com um golo de Evandro aos 5 minutos;
O nosso clube nunca tinha ganho fora para o Campeonato Nacional ao Porto e ao Sporting. Estas foram as primeiras de várias vitórias, que faremos nestes estádios, nos próximos anos.
A nível de pontuação, foi batido o record de pontos relativo e absoluto do clube. O record de pontos relativo ( traduzindo a pontuação de 2 para 3 pontos, era de 53, remontando aos anos 40), sendo que o record de pontos absoluto era de 45. Brilhantemente a equipa em 2013/2014 almejou os 54 pontos.
Acredito e com uma forte convicção pessoal de que esta marca possa ser superada num futuro muito próximo, lançando esse repto à actual equipa técnica e plantel, que já mostraram grande competência.

No Ranking total de pontos, o chamado “Campeonato dos Campeonatos”, o Estoril subiu do 24.º lugar ocupado em 2012, para o 14.º lugar, encontrando-se a apenas 3 pontos do Salgueiros, clube que ocupa a 13.ª posição. A vitória 200 em jogos da Liga foi também alcançada, aquando da recepção ao Nacional da Madeira em Setembro.

Nas competições europeias, o percurso em 2014 foi superior ao realizado em 2013, tendo feito o nosso clube mais dois pontos na fase de grupos, mais golos e alcançado a primeira vitória na fase de grupos (a quarta a nível europeu, no nosso historial).
A vitória a 2 de Outubro, no Estádio António Coimbra da Mota, sobre o Panathinaikos, com golos de Kléber e Diogo Amado, constitui um dos momentos mais altos do ano.

Destaco ainda a recepção à selecção do Irão em jogo de carácter particular. Entendo que é sempre prestigiante este tipo de encontros.

Nas camadas jovens há que destacar duas vitórias históricas, frente ao Sporting Clube de Portugal. Os juniores lograram vencer pela primeira vez em Alcochete neste escalão e os iniciados na Amoreira, para o Campeonato Nacional.
No Futebol feminino, a História não passou ao lado, tendo a equipa sénior, ganho pela primeira vez dois jogos na Taça de Portugal e tendo sido criada a inédita equipa de sub-17.

Este ano ficou marcado por uma viragem incremento do ecletismo no clube, com a criação de 5 novas modalidades:
- Futsal, com brilhantes resultados desportivos, sendo os Séniores líderes isolados da 1.ª Divisão Distrital e os Juniores com excelentes prestações, abrilhantadas pela conquista do Torneio de Almonsor na pré-época;
- Caça Submarina, em que um atleta do Estoril, André Domingues, se sagrou vice-campeão mundial pela selecção nacional, em Campeonato realizado no Perú;
- Futevolei, em que a nossa dupla alcançou um brilhante 4.º lugar no circuito nacional e ganhou vários torneios, estando presente diversas vezes em Espanha;
- Futebol de Praia, com uma digna participação no Campeonato Distrital e Nacional;
- Atletismo, em que o nosso núcleo de atletas tem honrado o clube, em todas as provas em que participa.

É importante deixar uma palavra à equipa sénior de Basquetebol, que todos os dias luta briosamente pelo nosso símbolo e que estão a evoluir com muito afinco. Esta secção existe desde 1982 no nosso clube e merece ser acarinhada por todos.

Por fim destaco também a edição do hino do clube, a criação da mascote e a relação próxima com as nossas filiais, que estiveram presentes (presencialmente ou através de mensagens no nosso aniversário). O Grupo Desportivo Arouce Praia da Lousã, o Estoril Futebol Clube de Cabo Verde e o Estrela Negra de Bolama da Guiné-Bissau, são uma prova da grandeza do nosso clube!

Uma nota especial para o triste desaparecimento do Senhor Sebastião Caixinha, alguém que amou o nosso clube de forma arrepiante.

VIVA O GDEP!!!!

João Rocha



voltar

 
 
 
Arquivo - Opinião
 
 


Linha Desportiva
Linha Desportiva | Ficha Técnica | Registo ERC n� 125284 | Direc��o: Lobo Pimentel | CONTACTOS | Design & Desenvolvimento: ST Collective Copyright © Todos os direitos reservados