Linha Desportiva
Adicionar aos Favoritos Adicionar aos Favoritos
:: FUTSAL ::

Três minutos fatais(tx)


Dispor a equipa em campo em 3x1 na maior parte do tempo (o restante em 5x4) foi o maior erro de Jorge Monteiro no encontro com o Belenenses, pois os poucos minutos em que a defesa azul se viu em dificuldades foi quando o lugar de pivot foi ocupado pelo jovem Papa Unjanque, jogador com mais mobilidade que João Silva e que acabou por ser vitima de faltas que a dupla de arbitragem fez vista grossa.

Os erros foram muitos e a queda da equipa deu-se a seguir ao Leões de Porto Salvo ter chegado ao empate (2-2), por Rúben Santos (23m), pois, uma vez mais, a entrada em campo de João Silva deixou a formação porto-salvense de novo permeável, tal como já tinha acontecido nos momentos finais da primeira metade em que o Belenenses virou o resultado de 1-0 (golo de Ré aos 9 minutos) em 1-2, golos sofridos de forma inacreditável, o primeiro em que a bola teria de ir para a quinta mais próxima, mas não foi pois pediu-se licença para a afastar, o segundo numa falta incrível de marcação num canto que originou a 20 segundos da ida para intervalo um golo que foi um balde de água fria para os adeptos porto-salvenses.

E se os primeiros 20 minutos terminaram mal, os três entre os 25 e os 28 então foram péssimos, pois foram quatro os golos sofridos, alguns sem explicação, por uma equipa à deriva, depois de um erro que o experiente João Marçal não poderia ter cometido e que levou à sua expulsão, originou o 2-4, altura em que o banco do Leões devia ter acalmado os jogadores e lançado o 5x4 (pois só a vitória servia), não o fez e o desastre aconteceu, chegou ao 2-6, altura em que Rúben Santos entrou em campo como guarda-redes avançado, havia muito tempo para jogar (12 minutos), que no entanto não chegou para evitar a derrota, que ficou marcada por muitos erros que não são a primeira vez que acontecem.

Dani e Ré, aos 33 e 35 minutos, ainda criaram alguma expectativa nas bancadas, com os golos que encurtaram a desvantagem para 4-6, houve alturas em que a bola só não entrou nas redes azuis por azar, mas não foi por isso que o Leões de Porto Salvo averbou a oitava derrota em treze jogos, e que motivou o seguinte comentário de um camarada da imprensa – como é possível um plantel destes ter este percurso e finalizar a primeira metade do campeonato na antepenúltima posição.

Segue-se o primeiro encontro da segunda volta, com o campeão Sporting, partida apontada para domingo, dia 10 de Dezembro, às 18h00, com direito a transmissão na TVI24, um adversário que conta por vitórias os treze jogos da elite, um jogo em a derrota não deslustra ao contrário de outras que aconteceram, e em que a falta de um ou outro jogador não serve de justificação.



aa

(aa )



aa

(aa)



aa

(aa)



voltar

 
 
 
Arquivo - Futsal
 
 


Linha Desportiva
Linha Desportiva | Ficha Técnica | Registo ERC n� 125284 | Direc��o: Lobo Pimentel | CONTACTOS | Design & Desenvolvimento: ST Collective Copyright © Todos os direitos reservados