Linha Desportiva
Adicionar aos Favoritos Adicionar aos Favoritos
:: FUTSAL ::
“Dia de Reis Magos” em Porto Salvo
• Fábio Aguiar assistiu às oferendas


Foi “Dia de Reis” em Porto Salvo(T)


7.Jan.18 - Sem Ré, Teka, João Marçal e Papa Unjanque, os três primeiros fundamentais para que o Leões de Porto Salvo se apresentasse na máxima força perante um Futsal Azeméis recheado de jogadores experientes, entre os quais Israel que parece manter as forças de outros tempos em que vestia a camisola das quinas, tudo se conjugava para que o conjunto de Jorge Monteiro, com apenas três futsalistas no quatro à frente, primeiro de Hélder Fernandes e depois de Bebé, com capacidade para lutar de igual para igual com os oliveirenses, Diogo Santos, Rúben Santos e Marinho, não conseguisse aguentar o maior poderio adversário nos minutos iniciais da partida.

Mas, para espanto, tal não aconteceu, e antes pelo contrário o trio porto-salvense a que Jorge Monteiro juntou João Silva na formação que iniciou o encontro já se encontrava na frente do marcador no primeiro minuto, por João Silva, golo que manteve o Leões de Porto Salvo na frente do marcador até ao minuto 16, altura em que o quatro que se encontrava em campo borrou a pintura ao oferecer dois golos de bandeja ao adversário.

Duas oferendas no espaço de um minuto que estragaram o que de bom os pupilos de Jorge Monteiro tinham feito nos quinze em que conseguiram manietar e criar dificuldades ao ataque visitante, jogar grande parte do tempo no campo adversário, altura em que Cherif e Ted foram elos importantes na rodagem da equipa porto-salvense.

Benesses que voltaram a acontecer no início da segunda metade, com o 1-4 a surgir no espaço de dois minutos, aos 22 e 24, e que voltou ao minuto 36 depois de um período em que o Leões de Porto Salvo encostou o Futsal Azeméis às cordas com Diogo Santos (28m) e Rúben Santos (35m) a fazerem o 3-4 dando a ideia que a reviravolta era possível, só que ao 36.º minuto o ‘Rei Mago’ Cherif achou que ainda tinha um brinde para oferecer ao não ser expedito a meter o pé a uma bola que caminhava lentamente para a baliza deserta, era o 3-5, um autêntico balde de água fria para os adeptos porto-salvenses, entre os quais estava o novo reforço do Leões, Fábio Aguiar.

Seguiu-se o inevitável 5x4, uma vez mais jogado de forma lenta, que valeu o 6.º golo à equipa adversária, a 11.ª derrota do Leões de Porto Salvo, e que deixou claro que há jogadores no plantel que não têm andamento para a elite, que o mesmo não foi bem delineado no início da época por isso o confrangedor 12.º lugar que o emblema de Porto Salvo ocupa após 17 jornadas onde apenas soma 14 pontos, oriundos de 4 vitórias e 2 empates, muito pouco para um plantel onde têm faltado figuras na frente de Bebé e Hélder Fernandes para substituírem João Marçal, Ré, Teka, Diogo Santos, Rúben Santos e Marinho, jogadores que no dia 18 de Fevereiro vão ter a companhia de Fábio Aguiar na partida com o SC Farense, em Faro, jogo da 4.ª eliminatória da ”Taça de Portugal”, a que se segue o jogo com o Sporting de Braga, na cidade dos Arcebispos, a 24 de Fevereiro, para a 18.ª jornada da ”Liga Sport Zone”.



voltar

 
 
 
Arquivo - Futsal
 
 


Linha Desportiva
Linha Desportiva | Ficha Técnica | Registo ERC n� 125284 | Direc��o: Lobo Pimentel | CONTACTOS | Design & Desenvolvimento: ST Collective Copyright © Todos os direitos reservados