Linha Desportiva
Adicionar aos Favoritos Adicionar aos Favoritos
:: FUTSAL ::

Empate (imerecido) ao cair do pano(tx)


4.Nov.18 - Há dias em que não se pode sair de casa, e o deste sábado foi um deles para os pupilos de Jorge Monteiro pois não mereciam o ‘balde de água fria’ a quatro centésimos de segundo ao serem escamoteados de uma vitória que tudo fizeram para que acontecesse na recepção ao vice-líder Módicus Sandim, e que viram fugir ao som do apito final.

Quem marcou presença nas bancadas do pavilhão dos Lombos não deu certamente o tempo como perdido, pois a partida que opôs o CRC Quinta dos Lombos ao Módicus Sandim teve todas as condicionantes, golos, resultado imprevisto, muita luta e garra pela vitória ou evitar a derrota, assim como alguns casos, uns que não tiveram influência no desfecho, um ou outro, especialmente nos minutos finais e quando o marcador assinalava 5-4, que poderia ter feito a balança pender para o lado da formação carcavelense, mas que a equipa de arbitragem não viu motivo para punir o conjunto nortenho.

Mas vamos ao jogo, aos golos que fizeram a história do encontro que terminou empatado a cinco golos, mas que começou com um 2-0 que fez tremer o vice-líder, com dois golos em três minutos, aos 4 por Hugo Eduardo e aos 7 por Bruno Santos, aos quais o Módicus respondeu com um golo aos 12 minutos (2-1), que poderia fazer crer que a balança iria pender para o seu lado, mas não, já que Gonçalo Sobral, um minuto depois, voltava a dar ao CRC Quinta dos Lombos uma vantagem mais confortável (3-1), que acabaria por ser anulada, primeiro com uma falta disparatada (17 minutos) que levou a bola para a marca dos 10 metros, depois o golo da igualdade (3-3) no derradeiro minuto da primeira parte.

Após o descanso a equipa forasteira entrou decidida a tomar a dianteira do marcador, o que conseguiu (3-4) no minuto 23, vantagem que julgou, pela forma como passou a abordar o jogo, ser suficiente para sair de Carcavelos com os três pontos, só que do outro lado estava aquela formação lutadora, cujos jogadores não dão um lance por perdido e aconteceu a chamada ‘remontada’ que voltou a fazer tremer os sandinenses, com Ivo Oliveira e Bruno Santos, aos 31 e 37 minutos, a fazerem o 5-4 que levou o adversário em desespero a jogar em 5x4 para tentar o empate.

E quando todos na bancada, inclusive o estado-maior do Leões de Porto Salvo que fez questão de assistir ao encontro, e que viu os seus ex-jogadores, Hugo Eduardo, Ivo Oliveira e Bruno Santos, a exibirem-se em grande nível, julgavam que a vitória não fugia ao CRC Quinta dos Lombos, deu-se o impensável para a formação auri-negra, mas sempre possível numa partida de futsal, a bola dentro das redes de Paulo Pereira (enorme na defesa da sua baliza) ao mesmo tempo que soava o apito a indicar que os 40 minutos estavam esgotados.

Empate que mantém o CRC Quinta dos Lombos na 3.ª posição da tabela, com 13 pontos, mantendo apenas uma derrota nas oito partidas efectuadas, tal como Sporting CP e Módicus Sandim, situação que muitos não esperariam mas que se deve ao mérito e enorme espírito de luta dos comandados por Jorge Monteiro e Miguel Monteiro no campeonato dos grandes, seguindo-se no próximo sábado a ida a Pataias, Alcobaça, para defrontar o CCRD Burinhosa, conjunto que está na cauda da classificação.



aa

(aa)



aa

(aa)



aa

(aa )



aa

(aa)



voltar

 
 
 
Arquivo - Futsal
 
 





Linha Desportiva
Linha Desportiva | Ficha Técnica | Registo ERC nº 125284 | Direcção: Lobo Pimentel | CONTACTOS | Design & Desenvolvimento: ST Collective Copyright © Todos os direitos reservados