Linha Desportiva
Adicionar aos Favoritos Adicionar aos Favoritos
:: HÓQUEI EM PATINS / PATINAGEM ::

Sábado é dia de todas as contas do Parede FC, pois esta vitória (6-4), ainda, não dá descanso(tx)


1.Masi.22 - O apoio não faltou, como não faltou a tão necessária e importante vitória sobre a AD Sanjoanense, um dos adversários do Parede FC na luta pela permanência na divisão de elite do hóquei patinado português, no entanto as contas finais fazem-se no próximo sábado, 7 de Maio, dia em que os quatro clubes em risco de descida disputam os derradeiros encontros do nacional primo divisionário, com a formação de Pedro Gonçalves, que ocupa a 11.ª posição, com 18 pontos, a ter de viajar a Lisboa para defrontar o SL Benfica, a AD Sanjoanense, 12.ª, com 16 pontos, joga em casa com FC Porto, o SC Marinhense, 13.ª, com 16 pontos, joga fora com HC Braga, e o HC Turquel, 14.ª, com 15 pontos, vai a Oliveira do Bairro defrontar a UD Oliveirense.

Só as derrotas dos três adversários interessam ao Parede FC, no entanto um empate na Luz chega para que que o concelho de Cascais em 2022/2023 tenha dois dos seus emblemas na 1.ª divisão nacional, pois o GRF Murches está a três pontos de fazer a festa de der anfitrião, na próxima época, do SL Benfica, Sporting CP e FC Porto em Alcabideche.

Com a bancada dos seus adeptos sem um lugar sentado, que deixou alguns de pé no apoio ao Parede FC durante os 50 minutos, e a presença de Nuno Alves, presidente da União de Freguesias de Carcavelos e Parede, Luís Nascimento, presidente da Associação de Patinagem de Lisboa, e Deolinda Sousa, presidente do CF Sassoeiros, ao lado de João Salgado, presidente do Parede FC, a seguirem a importante partida, os pupilos de Pedro Gonçalves entraram da melhor maneira no jogo, ou seja à procura dos golos que lhes permitissem manter o sonho vivo, a presença na elite, situação que acabou por ser de festa quando a dupla de arbitragem deu o encontro por terminado.

O 6-4 final teve início ao minuto 15 com o golo de João Alves da marca de penálti, aos 18 Bernardo Pinto fez o 2-0, ao 25.º João Alves elevou para 3-0, resultado que levou as duas equipas para descanso. A segunda parte começou praticamente com a AD Sanjoanense a diminuir para 3-1, no entanto um minuto depois André Gaspar repunha os três golos de vantagem, que durou até aos 37 minutos, João Alves, aos 40, voltava a repor a diferença, os são-joanenses no espaço de dois minutos diminuíram para 5-4, situação que criou alguma preocupação nas bancadas e no banco do Parede FC, que pouco durou já que André Gaspar, quando faltavam 5 minutos para o apito final, deu o melhor seguimento a uma das muitas jogadas de ataque e contra ataque dos rubro-negros e fazia o 6-4 que deu os tão preciosos e necessários três pontos ao Parede FC, numa partida em que as duas equipas deram o seu máximo, lutaram, procurando a vitória que lhes permitia manter, ainda, o sonho vivo da permanência.

No outro encontro da penúltima jornada, o Paço de Arcos acabou derrotado, em casa, pela Juventude de Viana, por 3-4, que faz cair a formação de Oeiras parea a 10.ª posição, com 25 pontos, seguindo-se no próximo sábado, 7 de Maio, a ida ao Norte para jogar com a AD Valongo.



aa

(aa )



aa

(aa )



aa

(aa )



voltar

 
 
 
Arquivo - Hóquei Em Patins/Patinagem
 
 




Linha Desportiva
Linha Desportiva | Ficha Técnica | Registo ERC nº 125284 | Direcção: Lobo Pimentel | CONTACTOS | Design & Desenvolvimento: ST Collective Copyright © Todos os direitos reservados