Linha Desportiva
Adicionar aos Favoritos Adicionar aos Favoritos
:: SURF ::
PUB UFCP
 
Cascais recebe “Liga MEO” em Outubro,
canarinho Miguel Blanco quer revalidar o título


Cascais recebe “Liga MEO” em Outubro, canarinho Miguel Blanco quer revalidar título(T)

27.Fev.20 - Arranca no último fim-de-semana de Março, de 27 a 29, na Ericeira, e termina como é habitual na praia de Carcavelos pou Guincho no primeiro fim-de-semana de Outubro, de 1 a 3, vai ser mais uma edição da ”Liga MEO Surf”, a competição mais importante do calendário nacional onde vai ser disputada a subida ao lugar mais do pódio como campeão de 2020, título que está na posse de Miguel Blanco, do Estoril Praia, surfista que depois de conquistar o de 2018 voltou em 2019 a receber o almejado troféu em Carcavelos.
 

A apresentação da “Liga MEO Surf 2020” contou com a presença de Frederico Nunes, vereador de Desporto da Câmara Municipal de Cascais, autarquia que apoia a derradeira etapa e quinta da competição, a 'Bom Petisco Cascais Pro', cerimónia que deu a conhecer o calendário que fica completo com a 'Renault Porto Pro', de 24 a 26 de Abril, a 'Allianz Figueira Pro', de 29 a 31 de Maio, e a 'Allianz Algarve Pro', de 12 a 14 de Junho.

O canarinho Miguel Blanco, actual bicampeão nacional, surfista que esteve presente na apresentação fez questão de deixar um aviso à concorrência – «quero revalidar o título, os anos de 2018 e 2019 foram incríveis, nunca pensei que conseguiria conquistar o primeiro título da carreira e depois revalidá-lo. Mas agora é altura de começar um ano novo, em que, sem dúvida alguma, o terceiro título é uma prioridade. Gostava muito de revalidar mais uma vez o título. Vou fazer o possível para tentar fazer todas as etapas da “Liga MEO Surf” e tenho a certeza que vai ser mais um grande ano».

Este ano a etapa 'Bom Petisco Cascais Pro' inaugura um prémio monetário exclusivo para as surfistas femininas em competição – o “Bom Petisco Girls Score” –, que irá premiar (2.500,00 euros) a melhor pontuação de bateria ao longo das cinco etapas, adicionalmente, mantém-se a luta pela melhor manobra nas Renault Expression Sessions e pela Somersby Onda do Outro Mundo (ambos com 2.500,00 euros anuais), o Santander Award (1.500,00 euros anuais), e as viagens a bordo da Sumatra Surf Trip para os melhores juniores.

Em quatro das cinco etapas serão premiados os melhores surfistas locais (1.500,00 euros repartidos entre masculino e feminino a atribuir por lógica mista de competição e resultado escolar), atribuídos pelos Municípios de Mafra, Figueira da Foz, Aljezur e Cascais.
Cascais recebe “Liga MEO” em Outubro, canarinho Miguel Blanco quer revalidar título(tx)
aa b
 
“Capítulo Perfeito” regressou a Carcavelos
* Nic Von Rupp em segundo no pódio


“Capítulo Perfeito” regressou a Carcavelos(T)
 
“Capítulo Perfeito” regressou a Carcavelos(tx)
aa

19.Fev.20 - O último foi em 2015, ano em que Nic Von Rupp, depois de vencer as duas anteriores e primeiras edições, subiu ao 2.º lugar do pódio, cinco anos depois o “Capítulo Perfeito” regressou à praia de Carcavelos onde decorreu na segunda-feira, dia 17 de Fevereiro, a 7.ª edição com a participação de 16 surfistas, oito portugueses, três brasileiros, dois havaianos, dois americanos e um espanhol, que disputaram as doze baterias que definiram o quatro finalista que disputou o título de 2020 sob os olhares de Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, autarquia que promoveu e deu o seu apoio à competição, que seguiu as manobras dos surfistas na companhia de Nuno Alves, presidente da União de Freguesias de Carcavelos e Parede, e Jorge Vieira, presidente do CRC Quinta dos Lombos.

As ondas de Carcavelos que viram, tal como em 2015, Nic Von Rupp, com 5,80 pontos, não ir além da 2.ª posição, voltando a ladear o campeão no pódio, batido pelo havaiano Anthony Walsh, com 8,60 pontos, chamado à última da hora par substituir o campeão de 2019, o francês William Aliotti, deixando as restantes posições para Aritz Aranburu, com 4,30 pontos, e Balaram Stack, com 2,25 pontos, quarteto que acabou ovacionado pelo muito público que seguiu a prova e fez questão de marcar presença na cerimónia final, a entrega de prémios, que contou com Nuno Alves, presidente da autarquia carcavelense.
 
Frederico Morais vence em Haleiwa
e garante regresso ao “Circuito Mundial”


Frederico Morais vence em Haleiwa e garante regresso ao “Circuito Mundial”(T)
 

27.Nov.19 - Bastava-lhe a entrada nos quartos-de-final para regressar ao seio da elite surfista, no entanto Frederico Morais não só os ultrapassou como chegou à final e saiu em ombros das águas havaianas aos ombros como vencedor garantindo o regresso ao ”Circuito Mundial”, vitória que lhe conferiu ainda a liderança do ranking mundial de qualificação (WQS), quer da prestigiada ”Triple Crow”, prova havaiana que conta mais duas etapas, a Sunset Beach, que será a última do ano do circuito de qualificação, e a ”Pipe Masters”, prova final do WCT, onde 'Kikas' está confirmado e onde poderá garantir mais um título inédito para o surf nacional.

O cascalense Frederico Morais, que já tinha sido finalista vencido em 2016 ao ser derrotado por John John Florence, bicampeão do mundo, desta feita não falhou a conquista da prova ao somar 12,77 pontos, número que lhe permitiu bater nas derradeiras ondas o italiano Leonardo Fioravanti (11,50), o sul-africano Matthew McGillivray (10,33) e o australiano Ethan Ewing (9,67), alcançando a maior vitória de sempre de um surfista português na história do circuito WQS, ainda por cima no Havai que é considerada a 'meca' do surf mundial, depois dos triunfos de Tiago Pires e do próprio Frederico Morais em etapas QS 6.000.
Frederico Morais vence em Haleiwa e garante regresso ao “Circuito Mundial”(tx)
 

BODYBOARD
 
“Guga” campeão nacional sub-12,
Francisco e Marianas vice-campeões


“Guga” campeão nacional sub-12, Francisco e Marianas vice-campeões(T)
 
“Guga” campeão nacional sub-12, Francisco e Marianas vice-campeões(tx)
aa

6.Nov.19 - A praia de Carcavelos foi palco no passado fim-de-semana da última etapa do “Circuito Nacional de Esperanças”, numa organização da Aqua Carca com o apoio da Câmara Municipal de Cascais e da União de Freguesias de Carcavelos e Parede, onde ficaram definidos os campeões nacionais de 2019, um dos quais o jovem Gustavo Sobrinho, mais conhecido por “Guga”, bodyboarder da Aqua Carca, que acabou por ser consagrado como campeão nacional na categoria sub-12.

Destaque ainda para os bodyboarders carcavelenses Mariana Rosa, em sub-18 femininos, Francisco Ferreira e Mariana Padrela, ambos em sub-14, ao sagrarem-se vice-campeões, ao serem consagrados na cerimónia que contou com a participação de Nuno Alves, presidente da União de Freguesias de Carcavelos e Parede, momento em que foram premiados pelas vitórias na etapa os atletas da casa, Francisco Ferreira (sub-14) e de Mariana Padrela (sub-18 femininos), e David Vedor (sub-18 masculinos), do Estoril Praia, que lhe valeu o título de vice-campeão.

Presença nos pódios finais de Rodrigo Lopes (sub-18 masculinos) em 4.º lugar, Mariana Rosa (sub-18 femininos) em 3.º, de Francisco Ferreira e Mariana Rosa (sub-16)na 2.ª e 4.ª posição.
 
Miguel Blanco (Estoril Praia) sagra-se
em Carcavelos bicampeão nacional


Miguel Blanco (Estoril Praia) sagra-se em Carcavelos bicampeão nacional(T)
 

7.Out.19 - Precisava de vencer e venceu, no entanto a queda no 'round 2' de Tomás Fernandes, o outro candidato ao título, bastava a Miguel Blanco chegar à final do ”Bom Petisco Cascais Pro”, derradeira etapa da ”Liga Meo 2019”, para voltar ao pódio como campeão, o que acabou por acontecer na praia de Carcavelos ao lado da cascalense Teresa Bonvalot, agora com as cores do Sporting CP, onde recebeu das mãos de Nuno Alves, presidente da União de Freguesias de Carcavelos e Parede, o troféu de vencedor da competição que contou com o apoio da Câmara Municipal de Cascais.

A festa começou no sexta-feira, 4 de Outubro, após a vitória nas meias-finais sobre João Kopke (CRC Quinta dos Lombos), por 14.6-13.95, que conferiu ao surfista canarinho, campeão em 2018, desde logo o título de bicampeão, depois de ter afastado, de forma difícil, nos quartos-de-final outro surfista cascalense, Filipe Jervis (Dramático de Cascais), por 11.9-11.75, e que levou Miguel Blanco a sair das águas de Carcavelos em ombros, deixando no ar a satisfação pela conquista não deixando no entanto de se referir às dificuldades: «Foi um dia bem comprido em que tive de jogar tudo em cada heat”, tinha de chegar à final para renovar o título e isso não era uma tarefa fácil de concretizar. Este último heat foi muito renhido e houve muita emoção, o que tornou tudo muito especial. Estou muito contente por mais este título, há dois anos nem sequer tinha vencido uma etapa e, agora, sou bicampeão nacional», recebendo de seguida os parabéns de Alexandre Faria, presidente do Estoril Praia.

No sábado, Miguel Blanco voltou a ter pela frente um surfista do Lombos, Luís Perloiro, vencendo por 16.1-12.5, dia em que Teresa Bonvalot bateu Yolanda Sequeira, actual campeã, por 15.215-15.0, após ter afastado da final Carol Henrique (CRC Quinta dos Lombos), por 13.1-12.85.

Para além da vitória no ”Bom Petisco Cascais Pro”, Miguel Blanco, do Estoril Praia, recebeu o prémio Renault Expression Session e o masculino Cascais Best Surfer, com o feminino a ser entregue a Carol Henrique, com Luís Perloiro a conquistar o Somersby Onda do Outro Mundo, ambos do CRC Quinta dos Lombos.
Miguel Blanco (Estoril Praia) sagra-se em Carcavelos bicampeão nacional(tx)
nnbb
 
Canarinha Isabela Sousa sagrou-se
bicampeã da Europa em França


Canarinha Isabela Sousa sagrou-se bicampeã da Europa em França(T)
 
Canarinha Isabela Sousa sagra-se bicampeã da Europa em França(tx)

30.Set.19 - A bodyboarder Isabela Sousa, actual tetracampeã mundial, acaba de conquistar de novo o título europeu da modalidade ao vencer a terceira e penúltima etapa do ”Circuito Europeu” que decorreu no passado e último fim-de-semana de Setembro em águas francesas.

A atleta do Estoril Praia sagrou-se bicampeã europeia ao bater na final Madalena Padrela, bodyboarder da Aqua Carca, emblema de Carcavelos, por claros 17.00-9.75, deixando na 3.ª e 4.ª posições a japonesa Sari Ohara e a francesa Lisa Labadie, derrotadas nas meias-finais, respectivamente, pela estorilista e carcavelense.

No final, Isabela Sousa estava obviamente satisfeita com a vitória não deixou de referir as dificuldades que sentiu no 'La Salie Pro': «Foi uma competição muito cerrada, com ondas grandes, na casa dos dois metros, e muita corrente, o que exigiu muito de nós, técnica, física e tacticamente. O facto de ter aqui a Sari Ohara, que lidera o circuito mundial, e que, provavelmente, será campeã mundial este ano, enriqueceu o evento e deu-me a oportunidade de provar que apesar de ter dado menos atenção ao Mundial este ano, tenho todas as condições para voltar a ser campeã».

A derradeira etapa do ”Circuito Europeu de Bodyboard”, o 'Oleaje Bodyboard Contest', vai ter lugar entre 15 e 17 de Novembro em Arucas, nas Canárias.
 
Frederico Morais na Ericeira
com os olhos postos na Elite


Frederico Morais na Ericeira com os olhos postos na Elite(T)
 

25.Set.19 - A vitória alcançada na praia açoriana da Ribeira Grande, prova WQS 6000, que valeu a Frederico Morais a subida de 20 lugares na tabela masculina da Qualifying Series da “World Surf League”, onde agora ocupa a 10.ª posição, com 14.400 pontos, deixa o surfista cascalense com a porta aberta para o regresso em 2020 ao “Championship Tour”, competição onde mora a Elite da modalidade a nível mundial.

Frederico Morais que saiu em ombros das águas dos Açores depois de bater na final o australiano Mitch Crews, por 15,93-6,10, vai estar agora no 'EDP Billabong Pro Ericeira', competição que tem lugar na praia da Ribeira d'Ilhas e termina no domingo, dia 29 de Setembro, em que o surfista de Cascais inicia os seus duelos no heat 14 do 'round 2', tendo como adversários o norte-americano Eithan Osborne e os australianos Connor O'Leary e Nicholas Squiers, prova que pode deixar 'Kikas' como é conhecido no mundo surfista, com a porta escancarada da Elite quando ainda faltam duas etapas de 10.000 e quatro de 3.000 pontos.

O regresso em 2020 ao “Championship Tour”, com prova da Ericeira a poder vir a ser fundamental, está muito perto, isto depois de Frederico Morais ter colocado Portugal nos “Jogos Olímpicos de 2020”, no Japão.
Frederico Morais na Ericeira com os olhos postos na Elite(tx)
 
Cinco de Cascais na selecção para o Mundial

Cinco de Cascais na selecção para o Mundial(T)
 
Cinco de Cascais na selecção para o Mundial(tx)
aaaa

16.Ago.19 - Frederico Morais, Vasco Ribeiro, Miguel Blanco, Teresa Bonvalot e Carol Henrique, juntamente com a algarvia Yolanda Sequeira, foram os seleccionados de David Raimundo para representarem Portugal no ”Campeonato do Mundo” que vai ter lugar em Miyasaki, Japão, entre 7 e 15 de Setembro próximo, e que serve de qualificação para os ”Jogos Olímpicos de 2020” que irão decorrer na capital nipónica.

A competição em Miyasaki não será a última oportunidade para o apuramento olímpico através da Associação Internacional de Surf, modalidade que faz a estreia olímpica em 2020, uma vez que ainda será possível obtê-lo no mundial do próximo ano.

Frederico Morais, 31.º do ranking mundial, comandará a esquadra portuguesa, que conta com Vasco Ribeiro, surfista que ficou à porta de se qualificar para o ”World Tour 2019”, tal como Teresa Bonvalot, Miguel Blanco, campeão nacional em título e que esta época ostenta o emblema do Estoril Praia, e Carol Henrique que mantém-se fiel ao CRC Quinta dos Lombos.
 
Canarinha Isabela Sousa vence na Costa Nova
e reforça liderança do “Circuito Europeu 2019”


Canarinha Isabela Sousa vence na Costa Nova e reforça liderança do “Circuito Europeu 2019”(T)
 

5.Ago.19 - A praia da Costa Nova, em Ílhavo, foi o palco entre 31 de Julho a 4 Agosto de duas competições, a segunda etapa do “Circuito Europeu 2019” e a quinta da “Liga MEO Surf 2019”, provas que contaram com várias atletas de emblemas da Linha, com a primeira a ter como vencedora Isabela Sousa, do Estoril Praia, ao bater de novo na final a espanhola Teresa Padilla Miranda por margem confortável (13.57-8.84) depois de ter superado na meia-final a jovem carcavelense Mariana Rosa, atleta que finalizou juntamente com Teresa Padrela, ambas do Aqua Carca, na 3.ª posição, e que recebeu o prémio de ‘Miss Simpatia’.

A prova portuguesa do “Circuito Europeu 2019”, denominada ’Miss Activo Cup’, teve assim como campeã Isabela Sousa, repetindo o triunfo de 2018, canarinha que detém o título de tetracampeã mundial de bodyboard e que somou a quinta vitória consecutiva no Europeu, prova sob a égide da European Surfing Federation, contando com triunfos nas duas provas realizadas no presente campeonato a que soma as três da última edição.

Entretanto a quarta e penúltima etapa da “Liga MEO Surf 2019”, e que teve o seu final este domingo, dia 4, não contou com a presença das mais conceituadas surfistas da Linha, a cascalense Teresa Bonvalot e as carcavelenses
Camilla Kemp e Carol Henrique, ambas do CRC Quinta dos Lombos, a disputarem provas internacionais fora de Portugal, facto que deixou o título nas mãos da algarvia Yolanda Sequeira, surfista que a 5 de Outubro será coroada campeã nacional na derradeira prova, a ”Bom Petisco Cascais Pro” que terá lugar na praia de Carcavelos ou Guincho, em Cascais.

aa
 
Frederico Morais no pódio do “Oi Rio Pro”

Frederico Morais no pódio do “Oi Rio Pro”(T)

24.Jun.19 - Quinta etapa do Circuito Mundial, o ”Championship Tour” que decorreu na praia da Saquarema, no Rio de Janeiro, Brasil, segunda de Frederico Morais que ficou de fora do evento de 2019 e que marcou presença na prova como substituto do sul-africano e líder John John Florense, lesionado, competição em que o surfista do concelho de Cascais esteve em grande destaque ao cair apenas nas meias-finais.

Frederico Morais, que procura o regresso em 2020 através do circuito de qualificação, passou às meias-finais da prova brasileira ao bater nos quartos-de-final Julian Wilson, n.º 9 mundial, ao somar 13,17 pontos (7,00+6,17) contra os 11,87 (3,83+8,00) do australiano, seguindo-se o anfitrião e vencedor do Oi Rio Pro’, Filipe Toledo, obstáculo que ‘Kikas’ não conseguiu passar ao sair derrotado por 16,00 pontos (8,67+7,33)-10,30 (7,17+3,13), resultado que lhe garantiu a presença no pódio da prova brasileira.
 
Miguel Blanco e Teresa Bonvalot
vencedores do “Allianz Algarve Pro”


Miguel Blanco e Teresa Bonvalot vencedores do “Allianz Algarve Pro”(T)

24.Jun.19 - O canarinho Miguel Blanco e Teresa Bonvalot foram os grandes vencedores do ”Allianz Algarve Pro”, quarta e penúltima prova da ”Liga MEO Surf 2019”, competição que define os campeões nacionais da modalidade, títulos que os dois surfistas cascalenses têm à sua mercê na derradeira etapa apontada para o fim-de-semana de 3 a 5 de Outubro, na praia de Carcavelos ou Guincho, a ”Bom Petisco Cascais Pro”.

Miguel Blanco, campeão em título com as cores do Estoril Praia, subiu ao pódio como vencedor da prova que decorreu na praia do Amado, Aljezur, cujas ondas de qualidade foram aproveitadas pelos muitos surfistas que marcaram presença na etapa algarvia, teve pela frente na final precisamente o ainda líder do ranking, Tomás Fernandes, superando os 13,95 pontos do surfista da Ericeira ao somar 15,00 pontos, conquistando a primeira vitória deste ano e que permite ao canarinho sonhar ainda com a revalidação do título, facto possível caso Tomás não dispute a final em águas cascalenses.

Na final feminina, Teresa Bonvalot bateu a também ainda líder Yolanda Hopkins, vitória que apenas foi decidida já bem perto do final, com a cascalense a somar 17,25 pontos e a algarvia 14,05, êxito que permitiu a Teresa manter-se na luta pelo título quando faltam duas etapas para as contas finais, no próximo mês de Agosto em Ílhavo e em Outubro em Cascais.
 
 
 
 
Arquivo - Surf
 
 




Linha Desportiva
Linha Desportiva | Ficha Técnica | Registo ERC nº 125284 | Direcção: Lobo Pimentel | CONTACTOS | Design & Desenvolvimento: ST Collective Copyright © Todos os direitos reservados