Linha Desportiva
Adicionar aos Favoritos Adicionar aos Favoritos
:: TÉNIS ::
UFCE
 
Hubert Hurkacz, na despedida de João Sousa,
foi o vencedor do ”Millennium Estoril Open 2024”


Hubert Hurkacz, na despedida de João Sousa, foi o vencedor do ”Millennium Estoril Open”(T)
 

9.Abr.24 - A 9.ª edição do ”Millennium Estoril Open”, competição que este ano contou com 43.480 visitantes, novo record, e que decorreu entre 30 de Março e 7 de Abril, nos court's do Clube Ténis do Estoril, fica marcada pela despedida de João Sousa, melhor tenista português da actualidade e único a conquistar títulos ATP, entre os quais o do ”Estoril Open” de 2018, alvo de homenagem pela organização no que foi o seu último jogo no quadro principal, onde defrontou o francês Arthur Fils (6-7 e 4-6).

”Millennium Estoril Open” que tem na sua história um novo campeão, o polaco Hubert Hurkacz, que depois de levar de vencida nos quartos-de-final o espanhol Pablo Llamas Ruiz (7-6 (4) e 6-4) e na meia-final o chileno Cristian Garin (6-3, 3-6 e 6-3), venceu na final o espanhol Pedro Martinez, por 6-3 e 6-4, recebendo o troféu das mãos de Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, que marcou presença na final na companhia de Francisco Kreye, vereador do Desporto, que acompanhou o torneio ao longo da semana.

Por sua vez o vice-presidente Nuno Piteira Lopes fez a entrega dos troféus de campeões ao equatoriano Gonzalo Escobar e ao cazaque Aleksandr Nedovyesov, que sagraram-se vencedores em pares no ”Millennium Estoril Open 2024” ao baterem na final a dupla francesa Sadio Doumbia e Fabien Reboul, por 7-5 e 6-2.
Hubert Hurkacz, na despedida de João Sousa, foi o vencedor do ”Millennium Estoril Open”(tx)
aa
 
FOTO
 
“IX Millennium Estoril Open” arranca
a 30 de Março no Clube de Ténis do Estoril


“IX Millennium Estoril Open” arranca a 30 de Março no Clube de Ténis do Estoril(T)
 
“IX Millennium Estoril Open” arranca a 30 de Março no Clube de Ténis do Estoril(tx)
aa  aa

6.Mar.24 - A 9.ª edição do ”Millennium Estoril Open”, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, foi apresentada no final da manhã de terça-feira, 5 de Março, no Hotel Evolution Cascais-Estoril, competição que arranca a 30 de Março e tem final marcado para 7 de Abril nos court's do Clube de Ténis do Estoril, dia em que no principal será conhecido o campeão de 2024.

A apresentação contou com a presença de Francisco Kreye, vereador do Desporto da Câmara Municipal de Cascais, e Pedro Morais Soares, presidente da União de Freguesias de Cascais e Estoril, da maior prova de Ténis em território luso que tem a cobertura mediática em 150 países e mais de 3.000 horas de emissão televisiva, sendo um dos maiores eventos internacionais de desporto que acontece em Portugal, que projecta Cascais no mundo, é um o retorno para a economia local e para o turismo a médio e longo prazo, como destacou Francisco Kreye, salientando ainda a influência positiva que o evento tem tido, sobretudo nas camadas mais jovens da população, promovendo a prática do ténis e do desporto em geral, logo uma vida mais saudável.

O ”Millennium Estoril Open 2024”, para além da presença e despedida de João Sousa, vencedor da edição 2018, da carreira profissional, vai contar com outro tenista português, Nuno Borges, no quadro principal, onde já pontuam nomes como o polaco Hubert Hurkacz, campeão de dois troféus Masters 1000, o norueguês Casper Ruud, o austríaco Dominic Thiem, o francês Gael Monfils, o sérvio Miomir Kecmanovic, o espanhol Alejandro Davidovich Fokina, o italiano Lorenzo Musetti, e dos jovens promissores franceses Arthur Fils e Arthur Cazaux.
 
Norueguês Casper Ruud é o campeão
do “Millennium Estoril Open 2023”
* Belgas Sander e Joran vencedores em Pares


Norueguês Casper Ruud é o campeão do “Millennium Estoril Open 2023” * Sander e Joran vencedores em Pares(T)
 

10.Abr.23 - Depois de eliminar o português João Sousa (campeão em 2018), o espanhol Sebastian Baez (vencedor em 2022) e o francês Quentin Halys, o tenista Casper Ruud, actual n.º 5 do ranking ATP, tornou-se no melhor classificado mundial a vencer o maior torneio de ténis disputado em Cascais e organizado em Portugal ao bater na final o sérvio Miomir Kecmanovic (40.º ATP) em duas partidas, com os parciais de 6-2 e 7-6(3), para erguer o primeiro título da temporada e 10.º da carreira, na que foi a sua primeira participação no ”Millennium Estoril Open”.

Chegada que foi ao fim de mais uma edição da competição que teve como palco os courts do Clube de Ténis do Estoril e conta com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, para além da cerimónia final que contou, como é habitual, com a presença do edil Carlos Carreiras, acompanhado por Francisco Kreye, vereador de Desporto, individualidades que entregaram os troféus de campeões, o individual ao norueguês Casper Ruud e o de pares aos belgas Sander Gille e Joran Vliegen, também eles com o primeiro título no ”Millennium Estoril Open”, que depois de afastarem a dupla portuguesa Nuno Borges e Francisco Cabral, vencedores em 2022, venceram na final os sérvios Nikola Cacic e Miomir Kecmanovic, por 6-3 e 6-4.
Norueguês Casper Ruud é o campeão do “Millennium Estoril Open 2023” * Sander e Joran vencedores em Pares(tx)
aa
 
FOTO
 
TX2

A edição de 2023 do ”Millennium Estoril Open” ficou igualmente marcada pela despedida de Pedro Sousa, um dos melhores tenistas portugueses de sempre, situação que levou João Zilhão, diretor do torneio, e algumas das figuras mais marcantes no seu percurso nos courts perante os muitos adeptos que em grande número e ao longo da semana marcaram presença no Estádio Millnnium.
 
FOTO 2
 
Abril é mês do “VIII Millennium Estoril Open”

Abril é mês do “Millennium Estoril Open”(T)

8.Mar.23 - Tem início no primeiro dia e decorre até 9 de Abril, domingo em que será conhecido o vencedor da 8.ª edição do Millennium Estoril Open” que uma vez mais tem como palco o Clube de Ténis do Estoril, único torneio do ATP Tour em Portugal e que conta com o apoio da Câmara Municipal de Cascais.

Na manhã desta quarta-feira, 7 de Março, foi dia da apresentação do evento no O Forte-Guincho Secret Spot, o Guincho, em Cascais, com a presença de Francisco Kreye, vereador de Desporto da Câmara Municipal de Cascais, e do director da prova João Zilhão perante várias individualidades entre as quais Pedro Morais Soares, presidente da União de Freguesias de Cascais e Estoril, e de Nuno Piteira Lopes, vereador do Município cascalense, que serviu para dar a conhecer a lista oficial de inscritos, e em que Francisco Kreye salientou que Cascais tem o seu nome ligado ao ténis desde sempre, já que consta ter sido em Carcavelos que se disputou a primeira partida de ténis realizada no país, referindo ainda o valor para o concelho ao estar associado a um torneio mundial que é visto por muitos milhões de pessoas que – resulta num grande retorno turístico e económico para o concelho –, sublinhando, ainda, o reconhecimento e a afirmação de Cascais como uma marca de excelência na organização de grandes eventos mundiais o que vem de encontro à estratégia do Município.
 
TX2

Da lista oficial voltam a constar quatro anteriores vencedores do torneio, Pablo Carreño-Busta (2017), João Sousa (2018), Albert Ramos-Viñolas (2021) e Sebastian Baez (2022), no entanto o grande destaque é o suiço Stan Wawrinka (100.º ATP), que recebeu um dos dois 'wil cards', o outro foi para o português João Sousa, atletas que vão estar num elenco de luxo onde pontuam o norueguês Casper Ruud (4º ATP) que encabeça a lista dos 19 que tem entrada directa e conta mais os seguintes tenistas:

Sebastian Korda (EUA), Alejandro Davidovich-Fokina (Espanha), Miomir Kecmanovic (Sérvia), Diego Schwartzman (Argentina), Bernabe Zapata Miralles (Espanha), Mikael Ymer (Suécia), Emil Ruusuvuori (Finlândia), Constant Lestienne e Gregoire Barrére (ambos da França), Pedro Cachin (Argentina), Dusan Lajovic (Sérvia), Nuno Borges (Portugal), Quentin Halys (França), Fabio Fognini e Marco Cecchinato (ambos da Itália), que têm como alternates Dominic Thiem (Áustria), Radu Albot (Moldova) e Luca Van Assche (França).
 

CADEIRA DE RODAS
 
João Couceiro (CNG) sagrou-se campeão
nacional de “Ténis em Cadeira de Rodas”


João Couceiro (CNG) sagrou-se campeão nacional de “Ténis em Cadeira de Rodas”(T)

14.Nov.22 - Não foi à primeira, nem à segunda, mas à terceira vez que que João Couceiro, atleta do Clube Nacional de Ginástica (CNG), marcou presença no ”Campeonato Nacional de Ténis em Cadeira de Rodas”, subiu ao lugar mais alto do pódio para receber o troféu e a medalha de ouro de campeão na variante de singulares.

João Couceiro, que alcançou pela primeira vez na carreira o título de campeão nacional, superou na final Carlos Leitão, recordista de troféus nacionais, em três set's, vencendo o primeiro por 6-4, cedeu o segundo por 6-7(5) e venceu o terceiro de novo por 6-4, que lhe garantiu o título que o atleta da Parede referiu procurar há algum tempo e que lhe escapava há dois anos e que esta época conquistou, juntando ao de Pares após a vitória, por 6-3 e 6-2, em dois set's.
 
Rita Freitas, Frederico Gil e Gonçalo Falcão
sagraram-se campeões mundiais em veteranos


Rita Freitas, Frederico Gil e Gonçalo Falcão sagraram-se campeões mundiais em veteranos(T)
 

14.Ago.22 - Terminou este sábado, 13 de Agosto, o ”Campeonato do Mundo de Veteranos”, competição que decorreu nos courts do Clube de Ténís do Estoril, Club Internacional de Foot-Ball e Complexo de Ténis do Jamor, sob a égide da Federação Portuguesa de Ténis, o apoio da Câmara Municipal de Cascais e com três tenistas que ao longo da sua carreira defenderam emblemas dos concelhos de Cascais e Oeiras a conquistarem o ouro de campeões mundiais.

A cascalense Rita Freitas, que nos dias de hoje ainda veste a camisola do Carcavelos Ténis, foi a primeira a sagrar-se campeã ao vencer na final de +35 anos a alemã Steffi Bachofer com os parciais de 6-4, 6-7(2) e 6-2 após uma emocionante final de quase quatro horas, o primeiro de um tenista português em quadros de singulares na história dos mundiais de veteranos, somando ainda o título de vice-campeã de pares mistos no escalão de +35 anos na companhia de Frederico Gil.

Por sua vez Frederico Gil e Gonçalo Falcão fecharam com chave de ouro o ”Campeonato do Mundo Individual de Veteranos” ao conquistarem, respectivamente, os títulos de campeões singulares nas finais de +35 anos e +30 anos, com Frederico a levar a melhor sobre o alemão Tony Holzinger com os parciais de 6-3 e 6-1, a que juntou o de vice-campeão de pares mistos com Rita Freitas, por fim Gonçalo, após a vitória perante o russo Ivan Korol, por 6-3 e 6-4, festejou o terceiro título individual português no Mundial juntando-o aos dois de campeão de pares e pares mistos +30 anos, o primeiro tendo a seu lado o alemão Tony Holzinger sobre Ivan Korol e Alexander Tolkachev, por 7-6(6) e 6-2, o segundo na companhia a norte-americana Mariana Correa perante a alemã Natali Gumbrecht e o húngaro Gergely Wacha com os parciais de 6-3 e 6-4.
Rita Freitas, Frederico Gil e Gonçalo Falcão sagraram-se campeões mundiais em veteranos(tx)
aa aa
 
FOTO
 
Estoril, Lisboa e Jamor são palcos, a partir,
deste domingo do “Mundial de Veteranos”


Estoril, Lisboa e Jamor são palcos, a partir, deste domingo do “Mundial de Veteranos”(T)

30.Jul.22 - Os courts do Clube de Ténis do Estoril, do Club Internacional de Foot-Ball e do Complexo de Ténis do Jamor, são os os recintos onde vai ter lugar a partir deste domingo, 31 de Julho, o ”Campeonato do Mundo de Veteranos”, competição em que participam 450 jogadores de 32 países, sob a organização da Federação Portuguesa de Ténis e a Federação Internacional de Ténis, com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, que tem o seu final marcado para 13 de Agosto.

”Campeonato do Mundo” disputado por equipas e individualmente onde se destacam os ex-profissionais Rui Machado (ex-59.º ATP), Frederico Gil (finalista do Estoril Open em 2010, ex-número 62 do ranking ATP e vice-campeão mundial de veteranos em 2021), Neuza Silva (ex-133.ª do ranking WTA), Frederica Piedade (ex-142.ª WTA) e Sofia Prazeres (ex-152.ª WTA).

A primeira semana (entre 31 de Julho e 5 de Agosto) de competição está reservada ao ”Mundial de Veteranos” por equipas, nos três campos, nos escalões de +35 anos, +40 anos e +45 anos, com a participação de mais de quatro centenas de tenistas de 119 selecções, em que Portugal estará representado por Neuza Silva (capitã), Frederica Piedade, Rita Freitas e Patrícia Couto na selecção feminina de +35 anos, Inês Moura (capitã), Isaura Faria, Bárbara Lopes e Isabel Ferro na de +40 anos e Dominika Gorecka (capitã), Sofia Prazeres, Magda Leal e Sandra Valente na de +45 anos, com o seleccionado masculino +35 anos composto por Rui Machado (capitão), Frederico Gil, Gonçalo Nicau e José Ricardo Nunes, o de +40 anos por Mauri Brito Gomez (capitão), Matthieu Garcia, João Marques e João Silva e o de +45 anos por Luís Sousa Pinto (capitão), David Coelho, António Moura e Lourenço Lima.

Individualmente serão cerca de 400 os tenistas que a partir de 6 de Agosto vão marcar presença nos courts do Clube de Ténis do Estoril, do Club Internacional de Foot-Ball e do Complexo de Ténis do Jamor, lista que no entanto apenas será conhecida a 2 de Agosto.
 
Sebastian Baez, Nuno Borges e Francisco Cabral
campeões do “VII Millennium Estoril Open”


Sebastian Baez, Nuno Borges e Francisco Cabral campeões do “VII Millennium Estoril Open”(T)
 
Sebastian Baez, Nuno Borges e Francisco Cabral campeões do “VII Millennium Estoril Open”(tx)
aa aa aa

2.Mai.22 - Chegou ao fim mais uma edição do ”Millennium Estoril Open”, a 7.ª uma vez mais tendo como palco os courts Clube de Ténis do Estoril, com o apoio da Câmara Municipal de Cascais e que teve o seu final no passado domingo, 1 de Maio, com novos campeões, o jovem argentino Sebastian Baez, depois de vencer o norte-americano Frances Tiafoe (6-3 e 6-2) na final de singulares, e a dupla portuguesa Nuno Borges e Francisco Cabral, vencedores na final de pares do argentino Maximo Gonzalez e do sueco Andre Goransson (6-2 e 6-3).

Nuno Borges e Francisco Cabral, convidados pela organização para participarem pela primeira vez em torneios ATP, receberam os troféus de campeões das mãos de Miguel Pinto Luz, vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais, por sua vez Sebastian Baez, 59.º classificado no ranking e especialista em terra batida, depois de deixar pelo caminho nomes sonantes do ténis mundial e da história do ”Millennium Estoril Open”, o português João Sousa (campeão de 2018), o bósnio Marin Cilic (ex-campeão do US Open e da Taça Davis), o francês Richard Gasquet (vencedor em 2015), o espanhol Albert Ramos-Vinolas (campeão em 2021) e o norte-americano Frances Tiafoe (vice-campeão em 2018), foi coroado pelo edil Carlos Carreiras que marcou presença na final na companhia de Francisco Kreye, vereador do Desporto da Câmara Municipal de Cascais.

Segundo João Zilhão, diretor do torneio, a 7.º edição do ”Millennium Estoril Open” contou com a presença de 34.500 espectadores nos nove dias do evento, e quase 3.400 na final de domingo, Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, depois de referir não parecerem, mas já foram sete as edições levadas a efeito no concelho, fez questão, visivelmente satisfeito, por o torneio não ter sido prejudicado pelo interregno dos dois anos de pandemia. «Foi tão difícil trazer o “Estoril Open” para Cascais, para casa, que seria muito mau se o perdêssemos», congratulando-se com o facto de o público ter respondido de uma forma muito afectuosa e com uma presença maciça durante os dias do torneio, deixando a certeza de que a 8.ª edição, em 2023, já está garantida no Clube de Ténis do Estoril.
 
“Estoril Open” já tem cabeças de cartaz
* João Sousa com wil-card para a 7.ª edição


“Estoril Open” já tem cabeças de cartaz * João Sousa com wil-card para a 7.ª edição(T)
 

29.Mar.22 - A organização do ”Millenium Estoril Open”, que vai decorrer entre 23 de Abril e 1 de Maio nos courts do Clube de Ténis do Estoril, e que conta com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, deu a conhecer esta terça-feira, 29 de Março, o grupo de tenistas que vão encabeçar a lista de participantes da 7.ª edição com destaque para o canadiano Félix Aliassime (9.º ATP), o britânico Cameron Norrie (12.º ATP), o argentino Diego Schwartzman (15.º ATP), o espanhol Pablo Carreno-Busta (19.º ATP) e o croata Marin Cilic (23.º ATP).

Apresentação oficial que contou com a presença de Carlos Carreiras, edil de Cascais, que fez questão de referir ser este o primeiro grande evento desportivo a acontecer em Cascais sem as medidas de restrição por causa da pandemia, destacando ainda a importância do concelho estar associado a este evento desde a primeira hora que entretanto tem crescido e solidificado a sua posição cimeira entre os eventos desportivos que acontecem em solo português, pois Cascais tem muito para oferecer aos atletas que vêm participar neste torneio ATP, não só uma grande competição, como momentos de descontracção e diversão.

A restante lista de inscritos na 7.ª edição do ”Millenium Estoril Open”, onde se espera uma assistência de cerca de 42 mil espectadores, conta como é habitual com João Sousa (82.º ATP), com o único wild-card atribuído, faltando dois, com a entrada directa dos restantes e em destaque os que que vão integrar o top 10 com os norte americanos Frances Tiafoe (31.º ATP), Tommy Paul (37.º ATP) e Sebastian Korda (38.º ATP), e os espanhóis Alberto Ramos-Vinolas (35.º ATP) e Alejandro Davidovich-Fokina (43.º ATP).
“Estoril Open” já tem cabeças de cartaz * João Sousa com wil-card para a 7.ª edição(tx)
aa
 
Vinolas recebeu de Carlos Carreiras troféu
de campeão da 6.ª edição do “Estoril Open”


Vinolas recebeu de Carlos Carreiras troféu de campeão da 6.ª edição do “Estoril Open”(T)
 
Vinolas recebeu de Carlos Carreiras troféu de campeão da 6.ª edição do “Estoril Open”(tx)
aa

3.Mai.21 - Chegou ao fim mais uma edição do ”Millennium Estoril Open”, a 6.ª, esta sem público devido à pandemia, com o espanhol Albert Ramos-Vinolas a sagrar-se campeão ao bater na final o britânico Cameron Norrie, em três sets, por 4/6, 6/3 e 7/6(3), na final mais equilibrada da história do torneio em que foi preciso 2h45 para que Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, Miguel Maya, CEO do Millennium bcp, e João Zilhão, director do torneio, descessem ao court principal do Clube de Ténis do Estoril para a cerimónia final de entrega de prémios.

Albert Ramos-Vinolas, que conquistou o primeiro título da temporada e o terceiro da carreira, afirmando-se neste momento como, provavelmente, um dos melhores da sua carreira, chegou ao Clube de Ténis do Estoril como o tenista com mais vitórias (11) em terra batida neste ano e despede-se com esse estatuto reforçado, 16 vitórias, desta forma, o tenista espanhol sucede a Richard Gasquet, Nicolás Almagro, Pablo Carreño-Busta, João Sousa e Stefanos Tsitsipas na galeria de campeões do único torneio ATP em Portugal.

Antes da final de singulares disputou-se a de pares, em que o monegasco Hugo Nys e o alemão Tim Puetz, ao vencerem a dupla britânica constituída por Luke Bambridge e Dominic Inglot, por 7-5, 3-6 e 10-3, foram coroados campeões do ”Millennium Estoril Open 2021”.
 
FOTO
 
Nuno Borges último português
a cair no “Millennium Estoril Open”


Nuno Borges último português a cair no “Millennium Estoril Open”(T)
 

30.Abr.21 - O croata Marin Cilic, ex-top 5 mundial e actual 42.º do ranking, travou Nuno Borges de disputar os oitavos-de-final do ”Millennium Estoril Open 2021”, precisando no entanto de três sets para levar de vencida o tenista maiato, único sobrevivente da armada portuguesa que iniciou o evento que conta com o apoio da Câmara Municipal de Cascais e que decorre até domingo, dia 2 de Abril, no Clube de Ténis do Estoril.

Nuno Borges que, no dia anterior, segunda-feira, ao em que João Sousa saiu da 6.ª edição do ”Millennium Estoril Open”, bateu o australiano Jordan Thompson, por 7/6(5) e 6/3, vitória que lhe permitiu jogar a passagem aos oitavos-de-final com Marin Cilic numa partida que durou 2 horas e 27 minutos com Nuno a vencer o set inicial por 7/6(5) e perdendo os dois seguintes por 4/6 de um duelo emocionante, que o arredaram da prova onde deixou a sua marca e que lhe conferiu a subida de mais de 30 lugares no ranking ATP.

João Sousa por sua vez não foi capaz de ultrapassar o britânico Cameron Norrie, perdendo por 6/1 e 6/3 com o que foi seu parceiro em pares, igualmente eliminado.

Quartos-de-final disputados hoje, sexta-feira, em que Cameron Norrie defronta o chileno Cristian Garin, o crota Marin Cilic o sul-africano Kevin Anderson, o francês Corentin Moutet, que bateu de forma surpreendente o canadiano Dennis Shapovalov, o espanhol Albert Ramos-Vinolas e o francês Ugo Humbert o espanhol Alejandro Davidovich Fokina, a disputa das meias-finais.
 
Nuno Borges junta-se a João Sousa
no quadro principal do “Estoril Open”
* Carlos Carreira na jornada de abertura


Nuno Borges junta-se a João Sousa no quadro principal do “Estoril Open”(T)
 

26.Abr.21 - No passado sábado, 24 de Abril, Nuno Borges, Frederico Ferreira da Silva, Pedro Sousa e João Domingues entraram em campo para disputarem a 1.ª ronda de qualificação do Millennium Estoril Open”, dia em que Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, marcou presença no Clube de Ténis de Estoril para, juntamente com João Zilhão, director do torneio, Miguel Maya, CEO do Millennium bcp, e o tenista João Sousa, dar a conhecer o troféu que vai ser entregue ao campeão de 2021.

Pedro Sousa e João Domingues cairam na jornada inaugural perante o suíço Marco-Andrea Huesler e o espanhol Carlos Taberner, enquanto Nuno Borges e Frederico Ferreira da Silva passavam à ronda seguinte mercê das vitórias sobre o britânico Liam Broady, por 6/3 e 7/5, e o norte amercicano Brandon Nakashima, por 6/2 e 6/3, 2.ª ronda que foi disputada domingo, 25 de Abril, que ditou o afastamento de Frederico Ferreira da Silva pelo espanhol Jaume Munar e a passagem ao quadro principal de Nuno Borges ao levar de vencida o espanhol Roberto Carballes Baena, por 7/5 e 6/4.

Quadro principal que tem a raquete de saída apontada para hoje, segunda-feira, 26 de Abril, dia em que João Sousa inicia a sua participação na 6.ª edição do Millennium Estoril Open” defrontando o britânico Cameron Norrie, com Nuno Borges a ter pela frente o australiano Jordan Thompson.
 
“Millennium Estoril Open” arranca este sábado
* português Pedro Sousa no qualifiyng


“Millennium Estoril Open” arranca este sábado(T)
 

23.Abr.21 - Sábado, 24 de Abril, entram em campo os dois tenistas portugueses, Frederico Silva, 171.º ATP, e Nuno Borges, 331.º ATP, que vão disputar o acesso ao qualifiyng, competição em que Pedro Sousa, n.º 2 português e 113.º mundial, teve entrada directa na que vai ser a 6.ª edição do ”Millennium Estoril Open”, que tem como palco os courts do Clube de Ténis do Estoril até 2 de Maio, dia em que será aclamado o campeão de 2021.

O ”Millennium Estoril Open”, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, tem como novidades a entrega dos dois restantes wild cards ao canadiano Denis Shapovalov, n.º 14 mundial e campeão júnior de Wimbledon 2016, e ao japonês Kei Nishikori, n.º 39.º e ex-n.º 4 mundial, vice-campeão do US Open 2014 e medalha de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio 2016, que se juntam ao melhor tenista português, João Sousa, actualmente 105.º ATP e campeão do Estoril Open 2018”, que vão completar a lista dos 22 tenistas com acesso directo, liderada pelo argentino Diego Schwartzman, n.º 9 mundial.

Quadro Principal que conta ainda com o espanhol Pablo Carreño-Busta (13.º), o francês Gael Monfils (15.º), o argentino Cristian Garin (22.º), o francês Ugo Humbert (31.º), Alexander Bublik (42.º), o croata Marin Cilic (44.º), os espanhois Albert Ramos-Vinolas (46.º) e Alejandro Davidovich Fokina (48.º), os franceses Jérémy Chardy (51.º) e Richard Gasquet (52.º), o sul-africano Lloyd Harris (53.º), o britânico Cameron Norrie (56.º), o australiano Jordan Thompson (59.º), o norte-americano Frances Tiafoe (65.º), o espanhol Fernando Verdasco (69.º), os franceses Gilles Simon (70.º) e Pierre-Hugues Herbert (78.º), e o espanhol Pablo Andujar (80.º).
 
 
 
 
Arquivo - Ténis
 
 




Linha Desportiva
Linha Desportiva | Ficha Técnica | Registo ERC nº 125284 | Direcção: Lobo Pimentel | CONTACTOS | Design & Desenvolvimento: ST Collective Copyright © Todos os direitos reservados