Linha Desportiva
Adicionar aos Favoritos Adicionar aos Favoritos
PRIMEIRA PÁGINA
 
OEIRAS DIA A DIA
 
CASCAIS DIA A DIA
 
Andebol:
Campeãs nacionais da Associação Assomada
no Salão Nobre do Município com Paulo Vistas


Campeãs nacionais da Associação Assomada recebidas no Município pelo edil Paulo Vistas(T)
 
Campeãs nacionais da Associação Assomada recebidas no Município pelo edil Paulo Vistas(tx)

Conquistaram o título nacional secundário, que lhes permitiu regressar ao convívio dos grandes emblemas da modalidade no feminino em 2017/2018, no passado 17 de Julho, dia em que esmagaram a AA Didáxis, equipa de Riba de Ave, por 42-20, no pavilhão Carlos Queiroz, em Carnaxide, elas são jogadoras do emblema Associação de Solidariedade Social Assomada, sedeado no concelho de Oeiras, que na época que agora findou manteve uma formação sénior nos nacionais femininos, e que apenas caiu na final-four da ”Taça de Portugal”, disputada no Multiusos de Fafe, ao perder com o Colégio de Gaia (31-27), depois de ter despachado nas eliminatórias anteriores o CV Tavira (21-19), a SIR 1.º de Maio (32-16) e a JAC Alcanena (29-27).
 
FOTO
 

As jovens campeãs, Ana Gonçalves, Beatriz Magro, Carla Tavares, Carolina Santos, Cátia Santos, Dulce Pina, Edna Oliveira, Elisabete Mendes, Joana Gonçalves, Leila Almeida, Ludmila Soares, Luísa Jaguite, Micaela Sanches, Nádia Fernandes, Odete Suare, Odete Tavares, Otília Santos, Rute Fernandes, Solange Borges e Soraia Almeida, foram recebidas esta quarta-feira, dia 5 de Julho, por Paulo Vistas, presidente da Câmara Municipal de Oeiras, que na companhia de Carlos Morgado, vice-presidente com a pasta do Desporto, recepção onde marcaram presença também dirigentes e corpo técnico.

Para além dos parabéns e elogios à brilhante época da formação sénior da Associação Assomada no Campeonato Nacional secundário e na ”Taça de Portugal”, Paulo Vistas e Carlos Morgado fizeram a entrega das medalhas de campeãs às atletas assim como o troféu de mais um título que vai engrandecer a Sala de Troféus do emblema oeirense.
TX2
aa
 
Câmara dá nome Mário Wilson
ao Estádio Municipal de Oeiras


Câmara dá nome Mário Wilson ao Estádio Municipal de Oeiras(T)
 
Câmara dá nome Mário Wilson ao Estádio Municipal de Oeiras(tx)

Mário Wilson, o “Capitão”, como sempre foi conhecido nos meios futebolísticos, figura que teve forte ligação a Oeiras, onde viveu grande parte da vida com a sua família, foi alvo de mais uma homenagem por parte da Câmara Municipal de Oeiras, desta feita com a atribuição do seu nome ao Estádio Municipal., uma cerimónia presidida por Paulo Vistas e que contou com inúmeras individualidades ligadas ao Desporto, entre as quais destacam-se João Rodrigues, ex-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, José Pereira, presidente do Sindicato de Treinadores, António Ramalhete, internacional ligado ao Hóquei em Patins, assim como ex-jogadores do SL Benfica.

A cerimónia de descerramento da placa que se encontra do lado esquerdo da entrada do estádio teve como intervenientes Paulo Vistas, presidente da Câmara Municipal de Oeiras, juntamente com os filhos de Mário Wilson e o representante da Federação Portuguesa de Futebol, a que se seguiram discursos que a recordaram feitos do homenageado que chegou a Portugal para vestir como jogador a camisola do Sporting Clube de Portugal, seguindo-se a Académica de Coimbra e o Sport Lisboa e Benfica.
 

Seguiu-se o trajecto de treinador, com destaque para os anos que esteve em Marrocos, em Rabat, ao serviço da equipa do Rei, e para a forma como serviu o SL Benfica, clube do seu coração, sempre que foi chamado, numa espécie de ‘bombeiro’ quando havia a necessidade de colmatar o lugar de treinador.

Recorde-se que ao longo da sua vida Mário Wilson, homem que sempre se destacou pelo seu humanismo e generosidade, foi alvo de várias condecorações, desde a de Comendador da Ordem de Mérito, pelo Presidente da República Jorge Sampaio, foi ainda galardoado pelo Governo e outras instituições nacionais e internacionais, assim como recebeu da Câmara Municipal de Oeiras duas Medalhas de Mérito, Grau Prata em 1994 e Grau Ouro em 2011.
 
Paulo Vistas no “Dia do Município”:
“governar Oeiras é tarefa difícil mas atraente”
• Medalha de Ouro para Liliana Andrade


Paulo Vistas no “Dia do Município”: “governar Oeiras é tarefa difícil mas atraente”(T)
 

Na habitual cerimónia do “Dia de Oeiras”, comemorado a 7 de Junho, data em que se recorda Sebastião José Carvalho e Melo, Ministro D'el Rei D. José I, Conde de Oeiras, figura que 258 anos depois continua a estar presente entre os oeirenses, um dos seus momentos altos, para além do discurso de Paulo Vistas, presidente da Câmara Municipal de Oeiras, é a atribuição de medalhas aos cidadãos que se distinguiram pelos seus feitos em prol do concelho, com Liliana Andrade, ex-atleta e actual treinadora de Patinagem Artística do Leões de Porto Salvo, a ser distinguida com a Medalha de Ouro, galardão entregue pelo vice-presidente Carlos Morgado, homem forte do Desporto do município.

Antes da subida ao palco, Liliana Andrade, que estava acompanhada pela irmã Carolina Andrade, campeã nacional e europeia, os pais e Jorge Delgado, presidente do Leões de Porto Salvo, foi confrontada pela leitura do seu excepcional e longo currículo de uma carreira de atleta que começou em 1986 no Paço de Arcos e que terminou em 2008 no Leões de Porto Salvo, seguindo-se depois a de treinadora de centenas de jovens patinadoras com vários títulos individuais e colectivos, distritais, nacionais e internacionais de Patinagem Artística, ao serviço do emblema de Porto Salvo.

Liliana Andrade, como atleta, foi 15 vezes Campeã Nacional e Distrital, em todos os escalões de iniciados a seniores, conquistou 11 medalhas em Campeonatos Europeus e Mundiais ao serviço da Selecção Nacional, foi vice-campeã da Europa de juvenis em 1997, subiu ao pódio por duas vezes em 2001 para receber a medalha de bronze no Campeonato da Europa e no Campeonato Mundial de Seniores, em 2003 foi vice-campeã da Europa de seniores, título que voltou a conquistar em 2005, ano em que se sagrou igualmente vice-campeã do Mundo de seniores.
Paulo Vistas no “Dia do Município”: “governar Oeiras é tarefa difícil mas atraente”(tx)
aa
 

“Não há ninguém que ame mais Oeiras”

Uma das frases que Paulo Vistas, no seu longo discurso, quis deixar aos presentes no Auditório Ruy de Carvalho, em Carnaxide, local que uma vez mais foi palco do “”Dia do Município”, para deixar claro que o seu amor por Oeiras pode ser igualado mas não ultrapassado por todos os que vivem no concelho, mesmo por aqueles que não nasceram, foram criados e criaram família.

(Discurso dirigido aos oeirenses, do qual retirámos alguns pontos que aqui deixamos)

«Para nossa felicidade, há dias que sempre regressam, como se fosse possível fazermos regressar aquilo que nunca saiu de nós! É o caso de 7 de Junho, data evocadora de uma grande viagem para o nosso município: a viagem da procura e, em simultâneo, a viagem do encontro!»

«Não nos revemos na arrogância de quem tudo sabe e de quem tudo desdenha. Somos humildes, mas confiamos plenamente no nosso trabalho, nas nossas ideias, e na vontade em conceber um município de qualidade.
Assumo até, com toda a convicção que, projectando o futuro, não poremos de lado referências a modelos territoriais solidários e sustentados. Não nos afastaremos de modelos que estejam na base de uma constante melhoria da qualidade de vida da população em termos multiculturais e participativos. Estaremos, deste modo, solidamente salvaguardados para não nos perdermos na viagem!»


«Não recusaremos nunca modelos que se preocupem com a qualificação do espaço urbano em todas as suas componentes estéticas e funcionais; Não negaremos modelos que procurem reduzir factores de exclusão social e marginalidade, nem modelos que criem condições para a regeneração de tudo quanto tenha de ser regenerado.
É por isso que continuaremos a estar atentos às questões da habitação social, bem como às questões que envolvam a revitalização ambiental e urbana, dos núcleos antigos do nosso município, para que, com boas práticas, os tornemos em zonas dinâmicas, atractivas, e com vida própria»
.

«Tudo quanto quero – e qualquer Presidente de Câmara quer, seja em Portugal, seja em qualquer outra latitude – é que o município progrida equilibradamente.
Quero, portanto, imaginar o futuro de Oeiras como um tempo de projectos equilibrados, de partilhas cívicas, de progressos solidários e de critérios baseados na exigência e na justiça social»
.

«Elevar os índices de desenvolvimento do nosso concelho alcançados nos últimos três anos e meio é outra das minhas ambições, a par de continuar a ser, com todo o entusiasmo, útil aos munícipes, regenerando o que houver para regenerar e recuperando o que houver para recuperar, beneficiando todos aqueles que vivem, estudam ou trabalham em Oeiras».

«Ora, tendo em conta que em Outubro próximo viveremos mais um acto eleitoral, aproveito a circunstância para apelar a todos, jovens e menos jovens, que exerçam o seu direito de voto. Participando, contribuiremos todos para o enfraquecimento da abstenção, invertendo-se a tendência dos últimos anos».

«É com orgulho que presido a este concelho e que de uma forma humilde ajudei a construir e que procuro continuar a melhorar sempre a olhar em frente com mais Centros de Saúde, mais Espaços de Cidadãos, Igrejas, Parques e Espaços Verdes, mais equipamentos desportivos para os nossos jovens, com um Passeio Marítimo dos mais belos da Europa, uma Cidade do Desporto no Jamor, com a requalificação do Centro Histórico para Habitação Jovem, requalificação dos Mercados Tradicionais, melhor gestão financeira e menos desperdício energético. Um concelho mais sustentável que é de todos e para todos. Tenho orgulho na família de Oeiras.»
 
Paulo Vistas anfitrião dos finalistas da Taça

Paulo Vistas anfitrião dos finalistas da Taça(T)

Como é habitual, o presidente da Câmara Municipal de Oeiras levou a efeito o tradicional almoço de boas-vindas ao concelho a todas as entidades que tornam possível uma das maiores festas em solo oeirense e que tem como palco o Complexo Desportivo do Jamor, a Taça de Portugal, com destaque para os presidentes dos dois clubes finalistas, Filipe Vieira, do SL Benfica, e Júlio Mendes, do Vitória de Guimarães.

A recepção e convívio que teve lugar na Adega do Palácio Marquês de Pombal, contou igualmente com a presença de João Paulo Rebelo, secretário de Estado da Juventude e Desporto, Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Pedro Proença, presidente da Liga de Clubes, e Nuno Lobo, presidente da Associação de Futebol de Lisboa, individualidades que foram recebidas por Paulo Vistas, presidente do Município de Oeiras.

A festa da Taça decorre desde 1946 no Estádio Nacional, tendo ao longo destes 71 anos apenas cinco excepções, Complexo Desportivo que está sedeado nos terrenos do Jamor, em Oeiras, tal como a Cidade do Futebol que, recorde-se, a Câmara Municipal de Oeiras, pela mão de Paulo Vistas, ganhou a ‘batalha’ com a vizinha Sintra, trouxe para o concelho o palco de todas as selecções nacionais da Federação Portuguesa de Futebol.
 
“Viva as Férias - especial Verão”

“Viva as Férias - especial Verão”(T)

A Oeiras Viva EM desenvolve o projecto “Viva as Férias - especial Verão”, entre 26 de Junho e 1 de Setembro, com diversos programas em vários locais – piscina Municipal de Outurela/Portela, piscina Municipal de Barcarena e Oeiras Marina –, com um custo simbólico desde 54,00 euros por semana, programas que contemplam actividades aquáticas, náuticas, lazer activo, ginásio, pavilhão e workshops temáticos, os quais permitem às crianças e jovens, a ocupação dos seus tempos livres.

Os espaços e equipamentos onde decorrem as actividades permitem igualmente aprofundar conhecimentos e desenvolver hábitos saudáveis de contacto com a natureza e de cidadania, valores de sociabilização e de solidariedade, promovendo autonomia, companheirismo, amizade, tolerância, confiança e auto-estima em cada um dos participantes, com os interessados a poderem colher mais informações sobre os programas no sitewww.oeirasviva.pt e inscreverem-se através do e-mailvivaasferias@oeirasviva.pt

Todas as actividades e iniciativas desenvolvidas serão acompanhadas por animadores/monitores devidamente formados para facilitar a aquisição dos conhecimentos transmitidos e partilhados.
 
“Passeio Marítimo”:
Paulo Vistas inaugurou a nova ligação
entre a praia de Caxias e Cruz Quebrada


“Passeio Marítimo”: Paulo Vistas inaugurou a nova ligação entre a praia de Caxias e Cruz Quebrada(T)
 

Com 1.990 metros de extensão, largura mínima de 7,50 metros, 5 dos quais destinados à circulação pedonal e 2,5 à ciclovia, a nova fase do “Passeio Marítimo de Oeiras” inaugurada no passado sábado, dia 28 de Janeiro, que faz a ligação da Baía dos Golfinhos, em Caxias, à praia da Cruz Quebrada, é uma realidade após os muitos episódios na tentativa que tal não acontecesse por parte de uma minoria, como Paulo Vistas, presidente da Câmara Municipal de Oeiras, fez questão de recordar no seu discurso antes do tiro de partida da corrida promovida pela Rádio Comercial e que levou os muitos presentes a percorrerem o novo troço a correr, a pé e de bicicleta.

Somando a extensão agora concluída aos 3.850km anteriormente existentes (entre Oeiras e Paço de Arcos), o “Passeio Marítimo Oeiras” passa a ter um total de 5.840km, projecto que tem como objectivo final ligar toda a costa, de Oeiras a Algés, vai avançar brevemente, como referiu Paulo Vistas, com uma solução para o troço entre a Cruz Quebrada e Algés, na passagem sobre o Rio Jamor, uma ligação provisória, porque a definitiva será responsabilidade da obra da Lusalite.

Recorde-se, que a obra de construção desta nova fase, inaugurada em 28 de Janeiro de 2017, foi iniciada em 9 de Novembro de 2015, com o valor de adjudicação de cerca de 2.535 milhões de euros, passa a proporcionar às pessoas mais espaço para andar, correr e desfrutar a orla ribeirinha única no mundo, oferecendo mais Tejo aos oeirenses e e quem visita o concelho de Oeiras, como vincou o presidente do Município antes de percorrer o novo troço na companhia do vice-presidente Carlos Morgado, da maioria dos vereadores do executivo e dos presidentes das freguesias de Algés, Linda-a-Velha e Cruz Quebrada/Dafundo e Carnaxide e Queijas, entre outras individualidades presentes.
“Passeio Marítimo”: Paulo Vistas inaugurou a nova ligação entre a praia de Caxias e Cruz Quebrada(tx)
aaaa
 
Oeiras, Fundação Luís Figo e EMDIIP
juntos no apoio a jovens e famílias em risco


Oeiras, Fundação Luís Figo e EMDIIP assinam protocolo de apoio a jovens e famílias em risco(T)
 
Município de Oeiras, Fundação Luís Figo e EMDIIP assinam protocolo de apoio a jovens e famílias em risco(tx)
aaaaaa

As instalações da antiga Escola Sofia de Carvalho, que depois de reabilitadas vão passar a ser conhecidas por “Casa Fundação Luís Figo”, foram palco de mais um pontapé de saída do ex-jogador internacional português Luís Figo no Mundo, desta feita no concelho de Oeiras, com vista a um projecto que visa acolher crianças e jovens em risco e dar respostas sociais às famílias, num protocolo assinado com Paulo Vistas, presidente da Câmara Municipal de Oeiras, e André Rica, presidente da Equipa Móvel de Desenvolvimento Infantil e Intervenção Precoce (EMDIIP), cerimónia que contou com a presença de muitas individualidades oeirenses e da Fundação Luís Figo, entre as quais Carlos Morgado, vice presidente do Município, e Marlene Rodrigues, vereadora com o pelouro da Acção Social, Saúde e Cultura.

A “Casa Fundação Luís Figo”, instituição que estará a funcionar no início de 2018, e que conta com a Câmara Municipal de Oeiras e a EMDIIP como parceiros neste projecto que irá dar resposta a crianças, jovens e famílias em risco social, contribui com meio milhão de euros para a transformação do espaço cedido pelo Município, que contribiu com 250 mil euros, em regime de comodato à EMDIIP, tendo em vista a requalificação necessária para receber várias valências, primeiro um Lar de Infância e Juventude, com capacidade para 30 jovens entre os 12 e os 18 anos, um Centro de Apoio Familiar e Acompanhamento Parental, para mais de uma centena de famílias, um Centro de Atividades de Tempos Livres, com capacidade para 40 crianças e um Centro de Investigação e Avaliação, com resposta para 250 crianças.

A “Casa Fundação Luís Figo” pretende ser uma resposta inovadora a nível nacional às necessidades das famílias, crianças e jovens em risco social, biológico ou que manifestem doença mental, dificuldades no desenvolvimento ou condição de deficiência, um desafio que Luís Figo refere ter como finalidade a criação de oportunidades para as crianças e jovens que mais precisam, com base nas premissas de solidariedade e igualdade.

Por sua vez, Paulo Vistas no seu discurso fez questão de agradecer a Luís Figo e à sua Fundação a parceria num projecto que vai realmente acrescentar valor à coesão social de Oeiras, que extravasa as fronteiras do município, uma vez que terá seguramente um forte impacto nas crianças e jovens do concelho e dos concelhos vizinhos.

«É uma honra para nós termos a confiança não apenas da Fundação Luís Figo, mas do próprio Luís, que é uma figura internacional e uma referência para muitos dos nossos jovens, e que acreditou no Município de Oeiras. A partir de hoje, e após a assinatura deste protocolo, estamos em condições de, em conjunto, transformarmos este espaço, adaptando-o às suas novas funções», palavras do presidente da Câmara Municipal de Oeiras no final do seu discurso, que fez questão de terminar com a seguinte frase: “com este projecto está a construir-se o futuro, um futuro mais próspero porque é feito de pessoas felizes».
 
Oeiras mantém Viva homenagem a olímpicos

Oeiras Viva mantém homenagem a olímpicos(T)
 

O “Passeio Olímpico da Fama”, criado em Maio de 2008 no Porto de Recreio, pela Oeiras Viva EM, na altura sob a presidência do actual dirigente máximo do COP, está mais preenchido desde a tarde da passada sexta-feira, dia 11 de Novembro, com os nomes e resultados de mais 13 atletas que participaram nos Jogos Olímpicos do Rio 2016, uma homenagem que contou com a presença de Paulo Vistas, presidente da Câmara Municipal de Oeiras, José Manuel Constantino, presidente do Comité Olímpico de Portugal, que na companhia de Rafael Salgueiro, presidente da Oeiras Viva EM, dirigiram algumas palavras aos muitos presentes, entre os quais os velejadores cascalenses Gustavo Lima, Jorge Lima, José Costa e Sara Carmo.

O “Passeio Olímpico da Fama” conta neste momento com os nomes de todos os atletas que participaram desde 1924 nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, nas modalidades de Vela, Remo e Canoagem, agora em dia com os nomes de João Rodrigues (RSX), Jorge Lima e José Costa (49er), Gustavo Lima (Laser) e Sara Carmo (Laser Radial), na Vela, e de Fernando Pimenta (K1 1000), Teresa Portela (K1 500), Francisco Laia (K1 200), José Carvalho (C1 Slalom), Hélder Silva (C1 200), Emanuel Silva e João Ribeiro (K2 1000), e o quarteto constituído por Fernando Pimenta, Emanuel Silva, João Ribeiro, e David Fernandes (K4 1000), na Canoagem, cujas placas foram descobertas sob as vistas dos olímpicos Rosa Mota, António Bessone Basto e Nuno Barreto, de Nuno Laurentino, em representação do secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Carlos Morgado, vice-presidente da Câmara Municipal de Oeiras, José Eduardo Neno, presidente da União de Freguesias de Oeiras e São Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias, e de Carlos Moreira, presidente da União de Freguesias de Algés, Linda-a-Velha, e Cruz Quebrada/Dafundo.

Na cerimónia que contou com a visita da chuva, Paulo Vistas, edil oeirense, no seu discurso não deixou de acentuar que esta é uma obra inacabada, actualizada de quatro em quatro anos, por isso a intenção da Oeiras Viva EM em dar continuidade a esta ‘memória olímpica’, visível aos muitos milhares que visitam o Porto de Recreio de Oeiras.
Oeiras Viva mantém homenagem a olímpicos(tx)
aaaa
 
FOTO
 
Desporto agraciado no “Dia do Município”
• Paulo Vistas candidato pela AOMAF em 2017


Desporto agraciado no “Dia do Município”(T)
 
Desporto agraciado no “Dia do Município”(tx)
aaaa

Uma vez mais o Auditório Ruy de Carvalho, em Carnaxide, foi o palco escolhido pelo executivo da Câmara Municipal de Oeiras para a Sessão Solene comemorativa do 257.º aniversário do concelho, onde, para além do discurso do presidente Paulo Vistas, foram homenageadas 22 individualidades e entidades que se destacaram e contribuíram para tornar Oeiras num Município de excelência.

O Desporto como é habitual marcou presença na cerimónia, este ano com clubes, dirigentes e atletas a subirem ao palco para receberem das mãos do presidente, vice-presidente, vereadores da Câmara e presidente da Assembleia Municipal, as Medalhas de Mérito Municipal, Grau Ouro, Prata e Cobre.

• José Brito Filipe, figura ligada ao Ténis, que nos anos 1960 integrou como jogador a selecção júnior de Portugal e que ao longo de 20 anos ocupou diversos cargos de dirigente no Clube Escola de Ténis de Oeiras (CETO), recebeu a Medalha de Mérito Municipal, Grau Ouro, das mãos do vereador Ricardo Barros.

• Jorge Delgado, actual presidente do Clube Recreativo Leões de Porto Salvo, cargo que exerce desde 1997, profissionalmente ligado às tecnologias de informação e comunicação (COMPTA) e que tem sido o grande obreiro do salto qualitativo que o emblema de Porto Salvo, quer no aumento de modalidades, quer no aumento de atletas no Futsal, sendo hoje o clube com mais futsalistas, masculinos e femininos, inscritos na Federação Portuguesa de Futebol, e Patinagem Artística, levando o nome de Oeiras de Norte a Sul de Portugal e a diversos países do Mundo, foi agraciado com a Medalha de Mérito Municipal, Grau Prata, que lhe foi entregue pelo vice-presidente Carlos Morgado.

• Os gémeos skaters Gustavo Ribeiro e Gabriel Ribeiro, de 15 anos de idade, duas grandes promessas internacionais no panorama do skate mundial, sendo-lhes entregue as Medalhas de Mérito Municipal, Grau Prata, pelo presidente da Assembleia Municipal Domingos dos Santos.

• Pedro Moreira, treinador adjunto do Sporting de Braga, que vai continuar ao lado de Paulo Fonseca no Shakhtar Donetsk, e que em tempos esteve ao serviço da Associação Desportiva de Oeiras, recebeu a Medalha de Mérito Municipal, Grau Prata, das mãos da vereadora Eduarda Godinho.

• Lisete Martins, que dedicou a sua vida à problemática da deficiência, impulsionando o Desporto Adaptado em várias modalidades, como o Basquetebol e a Natação e que no Grupo Desportivo e Recreativo ‘A Joanita’, do qual é co-fundadora da primeira equipa de basquetebol em cadeira de rodas foi-lhe entregue a Medalha de Mérito Municipal, Grau Prata, por Alexandre Luz.
 
FOTO
 

• Sebastião Centeno Fragoso, atleta do JetSki de Portugal, clube que funciona na Marina de Oeiras e está integrado na equipa ‘Samuka Team’, que conquistou vários títulos na Europa, foi agraciado com a Medalha de Mérito Municipal, Grau Cobre, que lhe foi entregue pelo vereador Ricardo Barros.

• Clube de Futsal de Oeiras, emblema que está presente no concelho de Oeiras desde 2006, clube por onde já passaram milhares de jovens futsalistas, clube que se dedica apenas à formação e que teve um crescimento extraordinário ao longo de uma década ao serviço da modalidade e dos oeirenses, e que esta época acabou por saborear o único título de campeão da sua história, o de juvenis da 1.ª divisão distrital, foi agraciado com a Medalha de Mérito Municipal, Grau Cobre, que lhe foi entregue pelo vice-presidente Carlos Morgado.

• Grupo Recreativo, Cultural e Desportivo de Leião, criado em 1974, que oferece à população porto-salvense várias actividades desportivas – Futebol, Futsal, Atletismo e Ginástica, entre outros, assim como diversas iniciativas culturais ao longo do ano, foi agraciado com a Medalha de Mérito Municipal, Grau Cobre, que lhe foi entregue pelo vereador Daniel Branco.

No seu longo discurso, o presidente Paulo Vistas deixou uma mensagem de estabilidade do concelho aos oeirenses, referindo a importância de glorificar o passado, onde Sebastião José de Carvalho e Melo, primeiro Conde de Oeiras, que tanto marcou a História do Município de Oeiras e a História do nosso País, acentuando no entanto que está na hora de olhar para o futuro, sendo importante Continuar a Fazer que só é possível se houver uma espécie de contrato colectivo entre o município e os oeirenses.

Paulo Vistas focou a necessidade de uma maior cooperação do Estado Central com o Município, deixando para trás tantas inquirições e desconfianças, referindo para isso um velho provérbio oriental: ”quando o vento sopra forte, há quem levante muros e há quem construa moinhos de vento. Possa o Estado construir mais “moinhos de vento” porque aqui, em Oeiras, vento é coisa que não falta.
À atitude defensiva de quem constrói muros para se proteger, preferimos a inspiração de quem usa o vento como energia”
.

O dia ficou ainda marcado pela notícia na imprensa da recandidatura de Paulo Vistas às autárquicas de 2017, notícia que foi apenas a confirmação do que o presidente da Câmara Municipal de Oeiras fez questão de presentear as mais de duas centenas de apoiantes da AOMAF que marcaram presença no almoço de domingo, dia 5 de Junho, no Restaurante Golfinho, na praia de Caxias, onde Paulo Vistas afirmou ser o candidato pelo Movimento que nasceu em 2005, desmentindo notícias que tinham vindo a circular apenas com o sentido de criar divisões entre aqueles que em 2013 estiveram em campanha e que, uma vez mais, deram a vitória ao movimento que gere o Município desde 2005.
TX2
aaaaaa
 
FOTO 2
 
Seminário de Salvamento Marítimo arrancou
hoje, 30 de Maio, com a presença de Paulo Vistas


Seminário de Salvamento Marítimo arrancou hoje, 30 de Maio, com a presença de Paulo Vistas(T)

A Piscina Oceânica de Oeiras é a partir de hoje, 30 de Maio, até quarta-feira, dia 1 de Junho, do Seminário de Salvamento Marítimo, numa organização do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) em parceria com a Oeiras Viva EM, evento cuja cerimónia de abertura contou com a presença e participação de Paulo Vistas, presidente da Câmara Municipal de Oeiras e vice-presidente da Área Metropolitana de Lisboa, onde estiveram presentes ainda Marcos Perestrello, secretário de Estado de Defesa Nacional, e o Almirante Macieira Fragoso, Chefe de Estado-Maior da Armada.

O seminário, em que os primeiros oradores manifestaram preocupações quanto à necessidade de existência de um bom sistema integrado de Salvamento Marítimo,
tem como objectivo aprofundar a troca de conhecimentos entre os vários actores nacionais, desde as instituições com responsabilidades no sistema de busca e salvamento, passando pelas entidades que contribuem com meios e equipamentos, com vista ao desenvolvimento estratégico do salvamento marítimo.

No seu discurso, em que deu as boas-vindas às muitas individualidades presentes, Paulo Vistas realçou a necessidade de se tirarem conclusões e ensinamentos preventivos nomeadamente para se garantir um eficaz sistema de apoio a eventuais catástrofes, face ao crescente número de cruzeiros que diariamente atravessam a barra do Tejo.

Seguiu-se a chamada de atenção do Chefe de Estado-Maior da Armada para a necessidade de reforçar a frota de salvamento marítimo, particularmente de quatro embarcações Salva-Vidas de produção nacional no Arsenal do Alfeite, que mereceu uma resposta do secretário de Estado, que confirmou o reforço de recursos humanos para as “Estações Salva-Vidas”, através da abertura de um concurso para os quadros do ISN.
 
Oeiras Viva apresentou
“Escola de Vela Oeiras Marina”


Oeiras Viva apresentou “Escola de Vela Oeiras Marina”(T)
 
Oeiras Viva apresentou “Escola de Vela Oeiras Marina”(tx)

Com a Marina de Oeiras e o Tejo como fundo, Rafael Salgueiro, presidente da Oeiras Viva EM, apresentou o mais recente projecto da empresa ligada à Câmara Municipal de Oeiras ligado ao mar, a ”Escola de Vela Oeiras Marina”, numa altura em que decorria a II Feira Náutica “Mar & Vento”, na companhia de entidades, empresas e associações ligadas à náutica e ao bem-estar, parceiros na iniciativa com a assinatura do velejador olímpico Nuno Barreto, que anunciou as valências, embarcações e o programas de actividades.

Rafael Salgueiro, que no seu pequeno discurso afirmou que a Oeiras Viva, em parcerias com outros parceiros institucionais, sempre manifestou o interesse na promoção de actividades ligadas à náutica e à investigação, recebeu das mãos de José Nunes Leandro, presidente da Federação Portuguesa de Vela, o documento que certifica a ”Escola de Vela Oeiras Marina”.
 
FOTO
 
Complexo Desportivo de Porto Salvo
recebeu o nome de “Adriano Canas”


Complexo Desportivo de Porto Salvo recebeu o nome de “Adriano Canas”(T)
 
Complexo Desportivo de Porto Salvo recebeu o nome de “Adriano Canas”(tx)
aaaaaa

Sábado passado, dia 16 de Abril, Paulo Vistas, presidente da Câmara Municipal de Oeiras, e Vitor Marques, presidente do Atlético Clube de Porto Salvo, descerraram o pano que cobria o nome de Adriano Canas na frontaria do Complexo Desportivo de Porto Salvo, perante a família do benemérito do emblema oeirense, ao qual se deve o antigo campo pelado que durante algumas décadas serviu de palco às equipas da formação porto-salvense.

A cerimónia que contou com a presença de algumas dezenas de pessoas ligadas ao AC Porto Salvo, entre os quais actuais e antigos dirigentes, e grande parte dos vereadores das diversas forças políticas na autarquia, com destaque para Carlos Morgado, vice-presidente com a pasta do Desporto, com Dinis Antunes, presidente da Freguesia de Porto Salvo, e Rafael Salgueiro, presidente da Oeiras Viva EM, terminou com os habituais discursos, iniciados por Vítor Marques, que enalteceu o papel de Adriano Canas na vida do emblema que hoje dirige, figura a quem o clube atribuiu a categoria de sócio benemérito, que faleceu cedo, cujo nome sempre esteve ligado ao Atlético Clube de Porto Salvo e vai manter-se agora no novo Complexo Desportivo.

No segundo discurso da tarde, o edil Paulo Vistas fez questão de sublinhar a presença da família de Adriano Canas na singular homenagem e atribuição do seu nome ao Complexo Desportivo de Porto Salvo, inaugurado em Janeiro de 2015 num investimento de mais de 4 milhões de euros, cuja gestão está entregue à Oeiras Viva EM, e cujo clube residente é o Atlético Clube de Porto Salvo para dar corpo às suas actividades desportivas na modalidade de futebol, um sonho que demorou décadas mas que agora é uma realidade.

O último a usar da palavra foi Luís Guilherme Canas da Costa, neto de Adriano Canas, que em nome da família agradeceu à Câmara Municipal e ao Atlético Clube de Porto Salvo a homenagem e denominação do nome do seu avô ao Complexo Desportivo de Porto Salvo.

Seguiu-se um encontro de futebol entre as formações de veteranos do AC Porto Salvo e Belenenses, com os presidentes Paulo Vistas, Vítor Marques e Dinis Antunes, a darem o pontapé de saída de uma partida que contou com prolongamento…, ao redor da mesa.
 
FOTO
 
 
 
 
Arquivo - OEIRAS DIA A DIA
 
 


Linha Desportiva
Linha Desportiva | Ficha Técnica | Registo ERC n� 125284 | Direc��o: Lobo Pimentel | CONTACTOS | Design & Desenvolvimento: ST Collective Copyright © Todos os direitos reservados