Linha Desportiva
Adicionar aos Favoritos Adicionar aos Favoritos
:: TÉNIS ::
CMC(pub)
 
Carreño-Busta campeão do “Estoril Open 2017”
• Marcelo Rebelo de Sousa marcou presença


Carreño-Busta campeão do “Estoril Open 2017”(T)
 

Depois da saída de João Sousa na ronda inaugural, na seguinte foi a vez do resto da armada portuguesa – João Domingues, Gastão Elias, Frederico Ferreira Silva e Pedro Sousa –, a dizerem adeus ao “Millennium Estoril Open 2017”, rumo que as duplas lusas – Felipe Cunha e Silva/Frederico Gil e Gastão Elias/Frederico Silva –, caírem, deixando, uma vez mais, caminho aberto para que os títulos fossem disputados por tenistas estrangeiros.

Assim, uma vez mais, os muitos adeptos que encheram o ‘Estádio Millennium’ na partida final sabiam que o troféu de campeão não ficaria uma vez mais em Portugal, já que nos dois lados do ‘court’ estavam o espanhol Pablo Carreño-Busta e o luxemburguês Gilles Muller, partida que terminou com a vitória de Carreño-Busta, em dois sets, por 6/2 e 7/6[5], 21.º do ranking ATP que pelo segundo ano consecutivo disputou a final do “Millennium Estoril Open”, e que desta vez ergueu o troféu de campeão perante as muitas individualidades que marcaram presença na entrega de prémios, com destaque para Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, acompanhado por Nuno Piteira Lopes, vereador do Desporto do Município, entidade que deu o seu apoio ao evento disputado no Clube de Ténis do Estoril.

Ao longo do evento várias figuras ligadas ao desporto e à política fizeram questão de visitar a mais importante competição de ténis em solo nacional, uma delas, Marcelo Rebelo de Sousa, presidente da República, voltou, tal como na edição passada, a marcar presença no recinto do Estoril, na companhia do secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, onde foi recebido pelo edil Carlos Carreiras e por Pedro Morais Soares, presidente da União de Freguesias de Cascais e Estoril, fazendo questão, como é habitual, de confraternizar com elementos da organização e do staff, especialmente com os apanha bolas.
Carreño-Busta campeão do “Estoril Open 2017”(tx)
aaaa
 
FOTO
 
“Millennium Estoril Open 2017”:
João Sousa não passa da jornada inaugural
Gastão, Domingues, Frederico e Pedro Sousa
formam a armada portuguesa nos oitavos


“Millennium Estoril Open 2017”: João Sousa não passa da jornada inaugural<br>Gastão, Domingues, Frederico e Pedro Sousa<br>formam a armada portuguesa nos oitavos(T)

Uma vez mais o n.º 1 português, João Sousa, 36.º do ranking ATP, sai pela porta pequena do “Millennium Estoril Open” ao cair na ronda inicial do evento que decorre até ao próximo domingo nos ‘courts’ do Clube de Ténis do Estoril, com o patrocínio da Câmara Municipal de Cascais, apesar de contar com enorme apoio do público que esgotava o Estádio Millennium, de onde saiu derrotado pelo norte-americano Bjorn Fratangelo (133.º ATP), em dois sets, por 3/6 e 4/6.

Ao contrário, o jovem João Domingues (242.º ATP) está na segunda eliminatória do Quadro Principal depois de derrotar o britânico Kyle Edmund, sétimo cabeça de série, pelos parciais de 6/4, 3/6 e 7/6(2)., assim como Gastão Elias, vencedor do tunisino Malek Jaziri, por 6/4, 3/ e 6/3, e Frederico Silva que bateu Denis Istormin, do Usbequistão, por duplo 6/2, trio de tenistas lusos a que se juntou Pedro Sousa, que ao final da tarde de terça-feira seguia para os oitavos por desistência do gaulês Paul-Henry Mathieu.
 
“Millennium Estoril Open” arranca este sábado
com dois portugueses no Quadro Principal


“Millennium Estoril Open” arranca este sábado com dois portugueses no Quadro Principal(T)

Tem início às 12h00 de sábado, dia 29, e decorre até 7 de Maio, dia em que tem lugar as finais, individual e pares, aquele que é o maior torneio internacional disputado em Portugal, o “Millennium Estoril Open 2017”, competição que conta com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, em que estrelas do ‘top 100’ mundial, entre as quais os portugueses João Sousa e Gastão Elias, vão marcar presença no Quadro Principal’ da prova que tem como palco os ‘courts’ do Clube de Ténis do Estoril.

Depois das quatro etapas do “Cascais NextGen Tour”, que permitiram a João Domingues, tenista do CETO, arrecadar o ‘wild card’ para a edição deste ano do “Millennium Estoril Open”, tendo finalizado as etapas no Lisboa Racket Centre e no Clube de Ténis do Porto como finalista vencido e como grande vencedor na derradeira, concluída no passado domingo no Complexo Desportivo do Carcavelos Ténis, que deu ao pupilo de João Cunha e Silva a participação no ’qualifying’, prova inicial onde vão estar cinco jogadores do ‘top 100’, para disputar um lugar no ’Quadro Principal’ onde marcam presença grande parte da elite mundial, caso do australiano Nick Kyrgios, os espanhóis Pablo Carreño-Busta, Alberto Ramos-Viñolas, Nicolas Almagro e Tommy Robredo, os franceses Richard Gasquet e Benoit Paire, os argentinos Juan Martím del Potro, Federico Delbonis, Carlos Berlocq e Juan Monaco, o luxemburguês Gilles Muller, o britânico Kyle Edmund e o norte-americano Ryan Harrison, a maioria sentados nos 50 primeiros lugares da tabela atual do ‘ATP Tour’.
 
Carlos Carreiras presidiu à apresentação
do da 3.ª edição do “Millennium Estoril Open”


Carlos Carreiras presidiu à apresentação do “Millennium Estoril Open 2017”(T)

O B>“Millennium Estoril Open”, que vai estar de volta ao Clube de Ténis do Estoril, entre 29 de Abril e 7 de Maio, foi apresentado com algumas novidades, como a inclusão no programa do torneio de uma exposição na Casa Sommer, localizada ao lado do antigo Jardim da Parada, local emblemático para os primórdios do ténis português, que poderá ser visitada a partir deste fim-de-semana até final de Maio, onde poderá ver a raquete real utilizada pelo Rei D. Carlos (um entusiasta da modalidade), assim como a história do ténis em Cascais, onde em 1882 decorreu a primeira partida entre portugueses.

Para além da presença confirmada de João Sousa na 3.ª edição e a atribuição do wild card a Gastão Elias, a competição vai contar com a participação de tenistas de renome mundial como são os casos do australiano Nick Kyrgios, o argentino Juan Martin del Potro, o francês Richard Gasquet, assim como a dupla de espanhóis que protagonizaram a final da edição de 2016, Nicolas Almagro e Pablo-Carreño Busta, entre outros.

Na apresentação do “Millennium Estoril Open 2017”, que para além de ser o maior evento da modalidade em Portugal, é um cartão-de-visita de Cascais para o mundo na promoção da Costa do Estoril, Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, no seu discurso, deixou elogios ao evento, deixando claro que o torneio é uma aposta no seguimento de uma estratégia para o concelho em termos nacionais e internacionais que assenta na afirmação da identidade geográfica de Cascais, económica e cultural, referindo ainda que o “Millennium Estoril Open” é um dos eventos internacionais que mais tem contribuído para rejuvenescer a marca Estoril, gerando cadeias de valor que criam riqueza e emprego.
 
“Cascais NextGen Tour” arranca sábado
e termina em finais de Abril em Carcavelos


“Cascais NextGen Tour” arranca este sábado(T)

O “Cascais NextGen Tour”, evento patrocinado pela Câmara Municipal de Cascais, circuito de impacto nacional integrado no Road to the Millennium Estoril Open (única competição portuguesa do ATP World Tour) dividido por quatro torneios ITF Futures, com o primeiro a ter lugar de 25 Março a 2 de Abril no Lisboa Racket Centre, evento que premeia o melhor tenista português, para além do prémio de 15.000 dólares ao vencedor, com um wild-card para o ‘qualifying’ do B>“Millennium Estoril Open”, que decorrerá entre 29 de Abril e 7 de Maio nos ’courts’ do Cliube de Ténis do Estoril.

Os restantes três torneios ITF Future, o escalão mais baixo do circuito profissional, e que integram o “Cascais NextGen Tour”, vão ser disputados no mês de Abril, nos ‘courts’ do Quinta da Marinha Racket Clube, em Cascais, de 1 a 9, Clube de Ténis do Porto, de 8 a 15, com os do Carcavelos Ténis a ser palco do último, entre 14 e 23 de Abril.
 
João Domingues sagrou-se finalmente
campeão em Hammamet, na Tunísia


João Domingues sagrou-se finalmente campeão em Hammamet, na Tunísia(T)

À terceira foi de vez, depois de se sagrar vice-campeão nos dois torneios anteriores, João Domingues, n.º 5 nacional e pupilo de João Cunha e Silva, conquistou o título de campeão no Future de 10.000 dólares de Hammamet, na Tunísia, ao vencer na final o espanhol Pol Toledo Bague, 482.º classificado do ranking ATP, por 6/3 e 6/1, em uma hora e 7 minutos de jogo, depois de ter afastado nas meias-finais Frederico Gil, em três sets, pelos parciais de 1/6, 6/4 e 7/5, num encontro de duas horas e 32 minutos.

João Domingues, que já tinha conquistado o Future de Setúbal e no Future de Huelva, em Espanha, voltou a conhecer o sabor da vitória em decisões individuais e soma assim o terceiro título do ano e quarto da carreira (estreou-se nas conquistas na edição de 2013 do Future de Coimbra).
 
Felipe Cunha e Silva e Gil
campeões em Pares na Tunísia


Felipe Cunha e Silva e Gil campeões em Pares na Tunísia(T)

Foi a quinta final da época e o terceiro título de campeão em Pares conquistado pelo oeirense Felipe Cunha e Silva, na companhia de Frederico Gil, dupla que pelo segundo ano consecutivo vem jogando lado a lado nas competições internacionais.

Depois de na semana anterior chamarem a si o título de vice-campeões, Felipe e Gil, de novo em Hammamet, na Tunísia, voltaram a fazer história nos courts tunisinos ao baterem na final os holandeses Alban Meuflels e Lennert van der Linden, por 6/2 e 7/5, depois de terem ultrapassado nas meias-finais o par argentino Felipe Derdoy e Santiago Villarruel, por 6/3 e 6/4, sagrando-se campeões do ITF Futures de Hammamet.

Individualmente esteve igualmente em destaque o também jogador do CETO, João Domingues, ao sagrar-se vice-campeão após uma final equilibrada, de onde saiu derrotado perante o alemão Jeremy Jahn (247.º ATP), por 4/6 e 6/7(8).
 
Gonçalo Pereira vence “Troféu Oeiras Sénior”

Gonçalo Pereira vence “Troféu Oeiras Sénior”(T)

O Clube Escola de Ténis de Oeiras (CETO) levou a efeito mais uma edição do “Troféu Oeiras Sénior”, prova disputada nos courts do emblema oeirense, em masculinos e femininos, com Gonçalo Pereira a conquistar a primeira numa final 100% caseira diante de Rodrigo Magalhães, vencendo por 6/3 e 6/4, enquanto na segunda a vitória pertenceu à jovem Teresa Franco Dias (CT Jamor), que saiu vitoriosa de todos os encontros disputados, acabando Sara Neto (CETO) por ficar na segunda posição.
 
Felipe Cunha e Silva vice-campeão de Pares
no “Torneio de Hammamet”, na Tunísia


 
Felipe Cunha e Silva vice-campeão de Pares no “Torneio de Hammamet”, na Tunísia(tx)

O jovem Felipe Cunha Silva, tenista do CETO e da Magnesium-OK Team e BugginMedia, sagrou-se vice-campeão de Pares em Hammamet, na Tunísia, torneio internacional de 10.000 USD, na companhia de Frederico Gil, dupla que acabou derrotada na final pelo par espanhol Sérgio Martos Gornes e Oriol Roca Batalla, por duplo 4/6.

Felipe Cunha e Silva, que alcançou este ano a sua quarta final de pares, tendo vencido duas delas, em Castelo Branco e Tânger, ao perder com Nuno Deus, por 3/6 e 1/6, acabou por não ir além da primeira ronda em singulares.
 
CT Jamor em evidência no “SmashTour”

CT Jamor em evidência no “SmashTour”(T)

A última etapa do “Circuito SmashTour”, prova levada efeito pela Federação Portuguesa de Ténis para jovens tenistas sub-7, sub-9 e sub-10, teve lugar nos ‘courts’ do CT Paço Lumiar no passado fim-de-semana, dias 22 e 23 de Outubro, competição que contou com a presença de 12 atletas do Clube de Ténis do Jamor.

Sendo o mais importante a participação no entanto não se podem descurar os resultados, onde os jovens tenistas oeirenses se destacaram nos três escalões – Maria Sardinha finalizou na 1.ª posição nos sub-9 femininos, seguida de Patrícia Gui e com Raquel Gil a ficar no 4.º lugar, posição que também Gonçalo Neves ocupou nos sub-9 masculinos.

Nos sub-7, Pedro Coutinho foi 2.º e Francisco Sardinha 4.º, enquanto Duarte Farinha, nos sub-10, não passou da fase de grupos.
 
Maria João Koehler campeã em singulares
Cunha e Silva e Maria Palhoto, em Pares Mistos


Maria João Koehler campeã em singulares Cunha e Silva e Palhoto, em Pares Mistos(T)

A tenista Maria João Koehler, agora sob o comando de João Cunha e Silva, conquistou no passado sábado o sexto título nacional absoluto em singulares, campeonato que decorreu nos courts da Beloura Tennis Academy, em Sintra, ao vencer na final Rita Vilaça em dois ‘sets’, com os parciais de 6/0 e 6/4, juntando o título de 2016 aos conquistados de 2009 e 2013.

Na variante de Pares Mistos, o par Felipe Cunha e Silva/Maria Palhoto, tenistas do CETO-Cunha e Silva Tennis Academy, alcançaram igualmente o título de campeões nacionais ao baterem na final a dupla Cláudia Gaspar/José Ricardo Nunes, em duas partidas, pelos parciais de 6/3 e 6/2.
 
Rebeca cai na final e sagra-se vice-campeã

Rebeca cai na final e sagra-se vice-campeã(T)

A jovem Rebeca Silva, tenista do CETO, 2.ª cabeça de série no Nacional sub-16, depois de levar de vencida Marta Gomes (SC Porto), por 6/0 e 6/2, Catarina Cerqueira (Carcavelos Ténis), por 7/6(1) e 6/2, e Carolina Cardoso (ET Maia), por 6/4 e 6/0, acabou por não ser capaz de manter o ciclo vitorioso na final com Francisca Jorge (CT Guimarães), ao sair derrotada em dois set’s, por 2/6 e 1/6, resultado que apenas permitiu à tenista de João Cunha e Silva trazer o título feminino de vice-campeã sub-16 para Oeiras.

Na prova masculina, os quatro atletas do concelho de Oeiras que marcaram presença no Quadro Principal – José Maria d’Orey, Manuel Sousa e David Afonso Matias (todos do CC Quinta da Moura), e André Rodeia (CT Jamor) –, saíram de cena no primeiro confronto.
 
Equipa feminina sub-16 do CETO
sagrou-se vice-campeã nacional


 
Equipa feminina sub-16 do CETO sagrou-se vice-campeã nacional(tx)

A formação feminina sub-16 do Clube Escola de Ténis de Oeiras (CETO), constituída por Carolina Cunha e Silva, Rebeca Cordeiro Silva, Joana Baptista-Fernandes, Maria André e Inês Cabral, sob o comando do treinador Gil Fortunato, depois de ter conquistado o título de campeã regional no mês de Junho, sagrou-se agora em Alcobaça vice-campeã nacional ao ser derrotada na final pela ET da Maia, por 1-2.

As jovens tenistas oeirenses chegaram ao derradeiro encontro do título ao baterem na fase de grupos as equipas do Algarve TFC (3-0) e o SC Porto (2-1), e derrotando nas meias-finais o Carcavelos Ténis (2-1).

Em masculinos, a equipa sub-16 do CT Jamor depois de vencer na fase inicial o CT Torres Novas e o GD Cires, ambos por 4-1, e perder com a Académica Coimbra, por 2-3, foi afastada das meias-finais pelo CT Tavira (2-3).
 
Italiana Angelica Moratelli campeã em Oeiras

Italiana Angelica Moratelli campeã em Oeiras(T)
 

O Complexo Desportivo do Clube Escola de Ténis de Oeiras foi palco da primeira edição da Women’s Oeiras Magnesium-OK Cup durante a semana de 13 a 19 de Junho, competição que contou com a participação de 11 tenistas portuguesas no quadro principal, com a jovem Inês Mesquita a chegar aos quartos-de-final, enquanto nomes mais consagrados como Maria João Koehler, Joana Vale Costa e Bárbara Luz a ficarem nas rondas iniciais da prova.

A final individual, disputada entre as duas cabeças de série, a argentina Victoria Bosio e a italiana Angelica Moratelli acabou por ser favorável à tenista de Trento, no Norte de Itália, com esta a sagrar-se campeã em dois set’s, por 6/4 e 6/2, em apenas 76 minutos, que lhe valeu receber das mãos de Carlos Morgado, vice-presidente da Câmara Municipal de Oeiras, o troféu Vista Alegre, enquanto Nuno Campilho, presidente da União de Freguesias de Oeiras e São Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias, entregava à argentina o troféu de vice-campeã, cerimónia que contou com a presença de Carlos Falcão, presidente do Clube Escola de Ténis de Oeiras, e Luigi Cianci, administrador da Angelini Farmacêutica em Portugal.

A Women’s Oeiras Magnesium-OK Cup, organizada pela Federação Portuguesa de Ténis com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras, da Cunha e Silva Tennis Academy, do Clube Escola de Ténis de Oeiras e da Associação de Ténis de Lisboa, terminou com a final de Pares, onde a dupla constituída por Andrea Ka (Cambodja) e Laetitia Sarrazin (França) derrotaram Victoria Bosio (Argentina) e Carolina Meligeni Rodrigues Alves (Brasil), por 4/6, 7/5 e 10/3, ao fim de uma hora e 39 minutos, prova em que o par luso Bárbara Luz e Joana Vale Costa caiu nas meias-finais.
Italiana Angelica Moratelli campeã em Oeiras(tx)
 
Gonçalo Pereira e Maria João Koehler
vencedores do “Open Oeiras 2016”


 
Gonçalo Pereira e Maria João Koehler vencedores do “Open Oeiras 2016”(tx)

O tenista Gonçalo Pereira (CETO) voltou uma vez mais a conquistar o título de campeão do “Open de Oeiras”, prova que o Clube Escola de Ténis de Oeiras promove durante as festas do concelho, este ano com Maria João Koehler (CC Quinta da Moura) a conquistar a prova feminina, ao bater na final Rita Vilaça, por 6/1 e 6/2, partida que teve como espetadores o presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Paulo Vistas, e o presidente da União de Freguesias de Oeiras e São Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias, Nuno Campilho.

Na masculina, Gonçalo Pereira, que levou de vencida Miguel Deus, por 6/4 e 7/5, recebeu das mãos de Ângelo Pereira, vereador da Câmara Municipal de Oeiras, o troféu da edição de 2016.
 
 
 
 
Arquivo - Ténis
 
 


Linha Desportiva
Linha Desportiva | Ficha Técnica | Registo ERC n� 125284 | Direc��o: Lobo Pimentel | CONTACTOS | Design & Desenvolvimento: ST Collective Copyright © Todos os direitos reservados