Linha Desportiva
Adicionar aos Favoritos Adicionar aos Favoritos
:: Arquivo - Ténis ::
“Open de Oeiras” arranca este sábado
• Quadros principais na segunda e terça


“Open de Oeiras” arranca este sábado(T)

31.Mai.18 - Tem início este sábado, dia 2 de Junho, e consta, como habitual, no programa das Festas de Oeiras que decorrem durante este mês, onde o Desporto é marcante e como não podia faltar a modalidade de Ténis, esta com mais uma edição do “Open Oeiras”, competição organizada pelo Clube Escola de Ténis de Oeiras (CETO), com o apoio da Associação de Ténis de Lisboa e patrocínio da ECAV-Escola de Condução Armando Vítor, torneio, que tem como director João Cunha e Silva, e que vai decorrer até 9 de Junho, dia em que vão disputar-se a final feminina e masculina, seguidas da entrega de troféus.
 
“Open de Oeiras” arranca este sábado(tx(

O ”Open de Oeiras” é um dos mais importantes torneios do calendário associativo, um dos mais emblemáticos, tradicionais e mais antigos do calendário da Associação de Ténis de Lisboa, ultrapassando as duas dezenas de edições, sempre sob a égide do CETO, competição em que ao longo dos anos têm passado vários jogadores de renome, várias vezes utilizada como rampa de lançamento para muitas carreiras profissionais, como foram e são as de Frederico Gil, Frederico Silva, Gonçalo Pereira, Felipe Cunha e Silva, Maria João Koehler, Bárbara Luz, entre outros e que em 2017 teve como vencedores Martim Prata e Maria Palhoto.

O ‘Quadro Principal’ masculino, que tem o seu primeiro dia de jogos na segunda-feira, dia 4, conta com 32 tenistas, tem como cabeças de série José Ricardo Nunes (CT Faro), Gonçalo Pereira (CETO), Illia Stoliar (UJ Alverca), Marcelo Oliveira (CT Torres Vedras), Manuel Sousa (CT Paço do Lumiar), Miguel Semedo (Beloura TA), Rodrigo Carvalho (CT Estoril) e Evan Morgan (The Campus), enquanto o feminino, que tem o seu início na terça-feira, dia 5, com 16 atletas, tem como cabeças de série Maria Inês Fonte (ET Maia), Sara Neto (CT Estoril), Elizabet Hamaliy (CT Jamor) e Raquel Fernandes (CT Estoril), quadros que esperam os oito qualificados masculinos e quatro femininos que sairão dos jogos disputados no fim-de-semana.
 
“Estoril Open” arranca este sábado

“Estoril Open” arranca este sábado(T)

26.Abr.18 - Terminada que está a 4.ª edição do ‘Cascais NextGen Tour’, que conferiu o wild card a Frederico Silva para a fase de qualificação do “Millennium Estoril Open”, está tudo a postos para o arranque da edição de 2018 da prova que a partir deste sábado, dia 28, tem como palco os courts do Clube de Ténis do Estoril, com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, e final marcada para o domingo seguinte, dia 6 de Maio.
 

A quarta edição do “Estoril Open”, que conta no quadro principal com dois jogadores do ‘top 20’ do ranking mundial do ATP World Tour, o sul-africano Kevin Anderson, número 8 da tabela, e o espanhol Pablo Carreño Busta, 12.º colocado, vencedor da edição de 2017, tem ainda a presença garantida, após a desistência do australiano Nick Kyrgios, 25.º da hierarquia, devido a lesão, de grandes nomes do ténis mundial, como o espanhol David Ferrer, ex-número três do ranking, o francês Gilles Simon, que já esteve no 6.º lugar, o britânico Kyle Edmund (23.º do ranking), o espanhol Albert Ramos-Viñolas (24.º), o luxemburguês Gilles Muller 28.º), o holandês Robn Haase (44.º), o argentino Leonardo Mayer (46.º), o norte-americano Tennys Sandgreen (47.º), o russo Daniil Medvedev (49.º) e como não podia deixar de ser o nosso João Sousa, atual 67.º do ranking APT 2018.

Na armada portuguesa, para além de Frederico Silva, o qualifying conta com a participação de Gastão Elias e Pedro Sousa, os quais juntamente com o australiano Alex de Minaur, 130.º do ranking, que João Zilhão, director do evento, diz vir a ser o futuro número 1 mundial, vão tentar a entrada no quadro principal, tal como Cameron Norrie, revelação britânica de 2017, às portas do ‘top 100’.
“Estoril Open” arranca este sábado(tx)
 
Edil Carlos Carreiras na apresentação
da 4.ª edição do “Millennium Estoril Open”


Edil Carlos Carreiras na apresentação da 4.ª edição do “Millennium Estoril Open”(T)

28.Mar.18 - O maior torneio de ténis do país, que está de regresso a Cascais entre 28 de Abril e 6 de Maio, foi apresentado esta quarta-feira, dia 28 de Março, na Casa das Histórias Paula Rego, com a presença de Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, numa conferência de imprensa em que foi dado a conhecer que alguns dos melhores tenistas do mundo vão pisar os courts do Complexo Desportivo do Clube de Ténis do Estoril na que será a 4.ª edição do ”Millennium Estoril Open”, único evento nacional incluído no calendário do ATP World Tour.
 
Edil Carlos Carreiras na apresentação da 4.ª edição do “Millennium Estoril Open”(tx)
aaaaaa

Um dos pontos altos da reunião com os jornalistas foi o anúncio da entrega do primeiro ‘wild card’ ao australiano Alex de Minaur, actual 130.º do ranking mundial, que João Zilhão, director do evento, diz vir a ser o futuro número 1, dos restantes três, dois para o quadro principal, um deles guardado para um tenista do ‘top 10’, o outro e o para o qualifying vão esperar pela semana que antecede a prova na esperança de ter um elenco mais rico em nome e qualidade.

Ainda assim, João Zilhão não esquece o valor do ténis português, pretendendo juntar um português ao único compatriota confirmado no quadro, João Sousa, nomes não faltam – Gastão Elias, João Domingues, Gonçalo Oliveira e Pedro Sousa – referindo que ver-se-á quem está em melhor forma para receber o ‘wild card’ para o qualifying, já que João Sousa é o único tenista luso com entrada directa no quadro principal, no qual estão já confirmados o australiano Nick Kyrgios (20.º ATP), o britânico Kyle Edmund (26.º), o luxemburguês Gilles Muller (28.º), finalista no ano passado, o espanhol David Ferrer (35.º), quadro que tem a presença garantida de Kevin Anderson, número oito a nível mundial, assim como Pablo Carreño-Busta, n.º 14 ATP e vencedor do “Estoril Open 2017”

Carlos Carreiras considerou que o “Millennium Estoril Open” é mais um momento que vai servir para projectar o concelho e o país no mundo, sublinhando a particularidade do torneio se realizar no ano em que Cascais é Capital Europeia da Juventude, considerando a competição que tem como palco o Estoril uma aposta que tem sido ganha de ano para ano, referindo ainda a realização da diversidade de eventos no concelho, como o Hourassis Global Meeting ou a Assembleia Geral da UCCLA, que são bons motivos para que o Estoril Open ultrapasse o grande sucesso que tem tido nas edições anteriores.

Motivos que levaram o edil Carlos Carreira a vincar no final da sua intervenção que: «são tantas as razões para vir a Cascais, para além de tudo o resto, que neste Open até se joga ténis e bom ténis! ”O Millennium Estoril Open” vai ser, certamente, mais um grande momento de afirmação do concelho de Cascais».
 
Maria João Koehler campeã em singulares
Cunha e Silva e Maria Palhoto, em Pares Mistos



A tenista Maria João Koehler, agora sob o comando de João Cunha e Silva, conquistou no passado sábado o sexto título nacional absoluto em singulares, campeonato que decorreu nos courts da Beloura Tennis Academy, em Sintra, ao vencer na final Rita Vilaça em dois ‘sets’, com os parciais de 6/0 e 6/4, juntando o título de 2016 aos conquistados de 2009 e 2013.

Na variante de Pares Mistos, o par Felipe Cunha e Silva/Maria Palhoto, tenistas do CETO-Cunha e Silva Tennis Academy, alcançaram igualmente o título de campeões nacionais ao baterem na final a dupla Cláudia Gaspar/José Ricardo Nunes, em duas partidas, pelos parciais de 6/3 e 6/2.
 
Rebeca cai na final e sagra-se vice-campeã


A jovem Rebeca Silva, tenista do CETO, 2.ª cabeça de série no Nacional sub-16, depois de levar de vencida Marta Gomes (SC Porto), por 6/0 e 6/2, Catarina Cerqueira (Carcavelos Ténis), por 7/6(1) e 6/2, e Carolina Cardoso (ET Maia), por 6/4 e 6/0, acabou por não ser capaz de manter o ciclo vitorioso na final com Francisca Jorge (CT Guimarães), ao sair derrotada em dois set’s, por 2/6 e 1/6, resultado que apenas permitiu à tenista de João Cunha e Silva trazer o título feminino de vice-campeã sub-16 para Oeiras.

Na prova masculina, os quatro atletas do concelho de Oeiras que marcaram presença no Quadro Principal – José Maria d’Orey, Manuel Sousa e David Afonso Matias (todos do CC Quinta da Moura), e André Rodeia (CT Jamor) –, saíram de cena no primeiro confronto.
 
Equipa feminina sub-16 do CETO
sagrou-se vice-campeã nacional


 

A formação feminina sub-16 do Clube Escola de Ténis de Oeiras (CETO), constituída por Carolina Cunha e Silva, Rebeca Cordeiro Silva, Joana Baptista-Fernandes, Maria André e Inês Cabral, sob o comando do treinador Gil Fortunato, depois de ter conquistado o título de campeã regional no mês de Junho, sagrou-se agora em Alcobaça vice-campeã nacional ao ser derrotada na final pela ET da Maia, por 1-2.

As jovens tenistas oeirenses chegaram ao derradeiro encontro do título ao baterem na fase de grupos as equipas do Algarve TFC (3-0) e o SC Porto (2-1), e derrotando nas meias-finais o Carcavelos Ténis (2-1).

Em masculinos, a equipa sub-16 do CT Jamor depois de vencer na fase inicial o CT Torres Novas e o GD Cires, ambos por 4-1, e perder com a Académica Coimbra, por 2-3, foi afastada das meias-finais pelo CT Tavira (2-3).
 
Italiana Angelica Moratelli campeã em Oeiras

 

O Complexo Desportivo do Clube Escola de Ténis de Oeiras foi palco da primeira edição da Women’s Oeiras Magnesium-OK Cup durante a semana de 13 a 19 de Junho, competição que contou com a participação de 11 tenistas portuguesas no quadro principal, com a jovem Inês Mesquita a chegar aos quartos-de-final, enquanto nomes mais consagrados como Maria João Koehler, Joana Vale Costa e Bárbara Luz a ficarem nas rondas iniciais da prova.

A final individual, disputada entre as duas cabeças de série, a argentina Victoria Bosio e a italiana Angelica Moratelli acabou por ser favorável à tenista de Trento, no Norte de Itália, com esta a sagrar-se campeã em dois set’s, por 6/4 e 6/2, em apenas 76 minutos, que lhe valeu receber das mãos de Carlos Morgado, vice-presidente da Câmara Municipal de Oeiras, o troféu Vista Alegre, enquanto Nuno Campilho, presidente da União de Freguesias de Oeiras e São Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias, entregava à argentina o troféu de vice-campeã, cerimónia que contou com a presença de Carlos Falcão, presidente do Clube Escola de Ténis de Oeiras, e Luigi Cianci, administrador da Angelini Farmacêutica em Portugal.

A Women’s Oeiras Magnesium-OK Cup, organizada pela Federação Portuguesa de Ténis com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras, da Cunha e Silva Tennis Academy, do Clube Escola de Ténis de Oeiras e da Associação de Ténis de Lisboa, terminou com a final de Pares, onde a dupla constituída por Andrea Ka (Cambodja) e Laetitia Sarrazin (França) derrotaram Victoria Bosio (Argentina) e Carolina Meligeni Rodrigues Alves (Brasil), por 4/6, 7/5 e 10/3, ao fim de uma hora e 39 minutos, prova em que o par luso Bárbara Luz e Joana Vale Costa caiu nas meias-finais.
 
 
 
 
Arquivo - Ténis
 
 




Linha Desportiva
Linha Desportiva | Ficha Técnica | Registo ERC nº 125284 | Direcção: Lobo Pimentel | CONTACTOS | Design & Desenvolvimento: ST Collective Copyright © Todos os direitos reservados