Linha Desportiva
Adicionar aos Favoritos Adicionar aos Favoritos
:: FUTSAL ::
PUB JF ALCABIDECHE
 

DISTRITAIS
 
Leões (femininos e masculinos)
e Fusal Oeiras entram a vencer


Leões (femininos e masculinos) e Fusal Oeiras entram a vencer(T)

17.Set.18 - Pontapé de saída em três campeonatos dos distritais lisboetas, Seniores femininos, Juvenis e Iniciados masculinos, todos da divisão de Honra, jornada em que apenas dois clubes saborearam a vitória, Leões de Porto Salvo e Clube de Futsal de Oeiras, dos restantes salvaram-se os empates dos juvenis do CRC Quinta dos Lombos e dos iniciados do CF Sassoeiros.

Resultados:
Femininos/Seniores/Honra – Leões de Porto Salvo-Técnico, 2-1; Os Paulenses-Nova Morada, 3-0.
Masculinos/Juvenis/Honra – CRC Quinta dos Lombos-CA Desportos, 3-3; Sporting Torres-CF Sassoeiros, 3-1; CDR “Os Vinhais”-SL Olivais, 3-7.
Iniciados/Honra – CA Desportos-Leões de Porto Salvo, 0-5; Sporting de Torres-CF Sassoeiros, 3-3; Futsal Oeiras-Academia Johnson, 8-2.
 
Estoril Praia vence JOMA na apresentação

Estoril Praia vence JOMA na apresentação(T)

16.Set.18 - A formação sénior do Estoril Praia escolheu a tarde do passado sábado, 15 de Setembro, dia em que o nacional maior dava o pontapé de saída, para apresentar-se aos seus muitos sócios e adeptos numa partida com a JOMA, equipa que milita na divisão de Honra dos distritais de Lisboa, que teve como palco o pavilhão Municipal de Alcabideche, jogo que terminou com a vitória dos canarinhos, por 4-1, com golos de Cissé (2), Cacau e Nando.
 
Estoril Praia vence JOMA na apresentação(tx)
aaaa

Antes do encontro, sob os olhares de algumas individualidades do concelho de Cascais, como José Ribeiro e Pedro de Sousa, presidente e vogal da Junta de Freguesia de Alcabideche, Fernanda Gonçalves, presidente da Junta de Freguesia de São Domingos de Rana, Cristina Branco, Chefe da Divisão de Desporto da Câmara Municipal de Cascais, e José Loureiro, vice-presidente da Associação de Futebol de Lisboa, os jogadores, equipa técnica, dirigentes e restantes elementos de apoio ligados à equipa de futsal que, uma vez mais, vai disputar o nacional secundário, campeonato que tem início no próximo sábado, 22 de Setembro, dia em que o Estoril Praia no recinto do SR Manjoeira.

Cerimónia que contou com a presença no recinto dos anfitriões do pavilhão, José Ribeiro e Pedro Sousa, da Junta de Freguesia de Alcabideche, que desde a primeira hora é a casa do Estoril Praia, que fizeram questão de dar as boas-vindas e felicidades para a nova época ao director Bruno Sampaio e ao treinador Marco Loureiro.

O plantel, já com todos os elementos para atacar 2018/2019, é constituído pelos seguintes jogadores: João Duarte (ex-CDR “Os Vinhais”), Miguel Cardoso e Gonçalo Rodrigues, na defesa da baliza canarinha, Zé Maria, Tiago Fernandes, Nando, Cacau, Pedro Martins, Luizinho, Messi, Cissé (ex-GROB), Dino (ex-Sporting de Vila Verde), Márcio Monteiro (ex-Reguilas de Tires), Samuka (ex-Leões de Porto Salvo), Filipe Nuno (ex-AMSAC) e Maurício (ex-MTBA), no ataque às redes adversárias e sob as ordens de Marco Loureiro (treinador principal), Nuno Serra (adjunto), Luís Brito (treinador de guarda-redes) e Filipe Simões (delegado), com o apoio de Carlos Ferrão (osteopata), Sérgio Sabença (enfermeiro), Carla Balixa (massagista) e André Ribeiro (técnico audiovisuais), tendo como dirigentes Bruno Sampaio e Paulo Ribeiro.
 

LIGA SPORT ZONE
 

Leões de Porto Salvo, 0 – SL Benfica, 4
 
Leões, assim, era difícil evitar a derrota

Assim, era difícil evitar a derrota(T)
 

16.Set.18 - O adversário era o SL Benfica, equipa profissional candidata ao título, como tal todos os cuidados seriam poucos e como ‘quem não tem cão caça com gato’, era natural que Rodrigo Pais de Almeida dispusesse o quatro da frente de forma a resguardar o maior poderio encarnado, só que tal não aconteceu ao jogar em 3x1, para mais com dois jogadores que nunca conseguiram segurar a bola e criar problemas ao último reduto benfiquista, ambos sem pé esquerdo, situação que limita, e muito, o trabalho de quem joga a pivot, para mais quando se tem pela frente adversários de enorme qualidade, presas que foram quase sempre fáceis dando origem à avalanche atacante que só não deu em goleada monstra porque os encarnados foram desastrosos na concretização.

Primeiro jogo do campeonato, um dos grandes a visitar o Complexo Desportivo do Leões de Porto Salvo, como tal com mais de seis centenas de adeptos nas bancadas, quase casa cheia, para assistirem ao pontapé de saída da elite, na sua maioria apoiantes da formação porto-salvense ansiosos para verem as novas caras do plantel, viram Djô, não viram Paulinho, que apesar de estar no banco, como tal em condições de jogar, não esteve em campo, viram Dura e André Nabais, Bebé e Diogo Santos não fizeram parte do doze, tal como o jovem Bruno Rodrigues, enquanto Carlos Morgado, vereador sem pasta da Câmara Municipal de Oeiras, marcou presença ao lado de Jorge Delgado, presidente do Leões de Porto Salvo, viu nos minutos iniciais de jogo um Leões a mostrar as unhas, com Ré e Dura a desperdiçarem a oportunidade de inaugurar o marcador, situações que se foram esfumando com o desenrolar da partida.

Se o 0-2 no final dos 20 minutos iniciais, com os dois golos a surgirem aos 16 e 19, era magro para as muitas oportunidades de golo dos encarnados, o 0-4 final ainda o foi mais, apenas com um senão, Rúben Santos merecia ter festejado, pelo menos por duas vezes, o golo, só não aconteceu porque o guarda-redes benfiquista fez as defesas da tarde na única altura (início da segunda parte) em que o Leões de Porto Salvo jogou em 4x0, deixando claro, para quem estava de fora, que esta seria a melhor forma de combater o maior poderio técnico/táctico do SL Benfica e não o 3x1, esquema que sempre deu ‘asas’ aos encarnados para contra atacar com perigo a baliza de Hélder Fernandes, guarda-redes sem culpa nos golos sofridos, que ao longo dos 40 minutos evitou, com um bom punhado de defesas, que o resultado final fosse bem mais elevado.

Segue-se a ida ao Minho, à cidade dos Arcebispos, onde no próximo sábado o Leões de Porto Salvo joga com o Sporting de Braga, equipa que no jogo do pontapé de saída do nacional primo divisionário, com o Rio Ave, não foi além de um empate a dois golos em Vila do Conde.
Assim, era difícil evitar a derrota(tx)
aaaa
 
FOTO
 
Quinta dos Lombos vendeu cara a derrota

Quinta dos Lombos vendeu cara a derrota(T)

16.Set.18 - Não foi fácil a vitória do Futsal Azeméis, no seu terreno, perante o CRC Quinta dos Lombos, o 3-1 que fez descansar a formação anfitriã aconteceu a dois minutos do apito final quando a equipa de Jorge Monteiro jogava em 5x4, com Hugo Eduardo como guarda-redes avançado, na tentativa de chegar à igualdade num encontro em que os golos só apareceram na segunda metade, primeiro por Ivo Oliveira, aos 21 minutos (0-1), que motivou a reacção da equipa da casa que aos 23 e 24 minutos passou para a frente do marcador (2-1).

A derrota nunca é um bom resultado, seja com quem for, no entanto sabe-se como é difícil jogar em Oliveira de Azeméis, esperando-se agora que o CRC Quinta dos Lombos no próximo sábado, dia 22, às 18h30, perante o seu público, some os primeiros pontos na recepção ao Eléctrico FC, equipa que faz a sua estreia na divisão de elite.
 
Reguilas bicampeões da “Taça de Cascais”

Reguilas de Tires bicampeões da “Taça de Cascais”(T)
 

13.Set.18 - As formações do Reguilas de Tires e Estoril Praia deixaram, perante as centenas de sócios e adeptos que quase lotaram a bancada do pavilhão de Sassoeiros, palco da final da 16.ª edição da ”Taça de Cascais”, a convicção que estão prontas para a dura ‘batalha’ que se segue e tem início no próximo dia 22, o campeonato secundário, não só pelo empenho demonstrado como na forma como se bateram ao longo da partida na procura da vitória, que acabou por pertencer aos pupilos de Rodrigo Barreiros, por 2-1.

O jogo começou com os canarinhos a abrirem o marcador, por Tiago Fernandes, situação que durou poucos minutos pois o emblema de São Domingos de Rana chegou ao empate, por Paulo Sousa, acabando por fazer o segundo golo quando a partida caminhava para o seu fim, por Bruno Medeiros, golo que motivou uma enérgica reacção dos jogadores de Marco Loureiro, que terminaram a jogar com Samuka como guarda-redes avançado, mas que foi insuficiente para evitar que o Reguilas de Tires voltasse a levantar o troféu, o que aconteceu pela segunda vez consecutiva.

Encontro que fica marcado por ser um dos mais disputados dos últimos anos da prova organizada pela União de Clubes do Concelho de Cascais com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, com as duas formações a jogarem a um ritmo alto e muita luta na procura do golo, de tal forma que, na segunda metade, as faltas só deixaram de acontecer quando as duas equipas as completaram, não deixando porém de jogar aguerridamente, quer a defender, quer a atacar, situação que prendeu quem estava nas bancadas até ao derradeiro minuto.

No final, sob o olhar de Cristina Branco, chefe da Divisão de Desporto da Câmara Municipal de Cascais, José Manuel Machado Magalhães, vogal da União de Freguesias de Carcavelos e Parede, Hélder Simões, em representação da União de Clubes do Concelho de Cascais, e a anfitriã Deolinda Sousa, presidente do CF Sassoeiros, participaram na cerimónia de entrega de troféus, o de Disciplina para o Dramático de Cascais, sem qualquer cartão, o de finalista vencido ao Estoril Praia, e o de vencedor ao Reguilas de Tires, a que se seguiu a foto da praxe aos campeões da ”Taça de Cascais 2018”, competição em cuja tabela final o CRC Quinta dos Lombos foi 3.º, CF Sassoeiros 4.º, GRF Murches 5.º, CDR “Os Vinhais” 6.º com o Dramático de Cascais na 7.ª posição.
Reguilas de Tires bicampeões da “Taça de Cascais”(tx)
aa  aa
 
FOTO1
 
FOTO2
 
CF Sassoeiros apresentou-se a sócios e adeptos

Sassoeiros apresentou-se a sócios e adeptos(T)
 

10.Set.18 - Com o novo equipamento, muito parecido com um que o Barcelona usou em tempos recentes, os 15 jogadores que vão defender as cores do CF Sassoeiros esta época entraram em campo levando pela mão um dos muitos jovens da escola futsalista do emblema dirigido pela presidente Deolinda Sousa, última a entrar no recinto depois da equipa técnica, dirigentes, massagista e roupeiro, para a foto habitual perante os muitos sócios e adeptos que marcaram presença na bancada do pavilhão sassoeirense, onde estava Nuno Alves, presidente da União de Freguesias de Carcavelos e Parede.

A formação do MTBA foi a convidada para o encontro de apresentação, equipa que milita, tal como o CF Sassoeiros, na divisão secundário, mas noutra série, conjunto com alguns jogadores experientes, que acabou por sair vencedor, por 2-4, com Luís Cruz e David Batista a marcarem os golos ‘blaugrana’, um resultado sem importância mas que poderia ser diferente caso os sassoeirenses aproveitassem as muitas oportunidades de golo.

Uma partida em que Tiago Guelho rodou todos os seus jogadores, com os três guarda-redes a ocuparem à vez a baliza, um jogo em que as duas equipas abusaram dos lançamentos longos que não surtiram efeitos positivos ao futsal das duas equipas, ainda em fase de preparação.

O CF Sassoeiros, com uma mão cheia de novos jogadores, oito, e um jovem vindo dos sub-20, conta com uma equipa, tal como Tiago Guelho referiu no treino inicial da época, para se manter na divisão secundária, mas que pode dar algumas dores de cabeça a adversários que têm como meta a subida à elite, casos das algarvias e da do Reguilas de Tires.

O campeonato arranca a 22 de Setembro, dia em que o CF Sassoeiros é o anfitrião precisamente de uma das equipas com os olhos postos na subida, o Portimonense, jogo apontado para as 17h00 no pavilhão sassoeirense, em Carcavelos.
Sassoeiros apresentou-se a sócios e adeptos(tx)
aa
 
FOTO
 
Lombos abre com Sporting nacional feminino

 
Lombos abre com Sporting nacional feminino(tx)

2.Set.18 - A formação do CRC Quinta dos Lombos, uma vez mais, é a única equipa da Linha no nacional maior feminino, competição em que as lombitas já deram cartas e que actualmente é dominada a sul pelos grandes SL Benfica e Sporting CP, emblema que o sorteio ditou como adversário das auri-negras na jornada inaugural, a 30 de Setembro, jogo que terá como palco o pavilhão dos Lombos, em Carcavelos, fase que termima a 20 de Janeiro de 2019, dia em que o CRC Quinta dos Lombos recebe o GD Valverde.

O calendário de jogos vai levar as lombitas a receberam ainda o SL Benfica, campeão em título, na primeira volta sulista, a 1 de Novembro, defrontando o Belenenses, equipa que ascendeu ao nacional esta época, a 21 de Outubro, no recinto azul-branco.
 
Reguilas e Leões no 2.º e 3.º lugar
no “Torneio Fernando Gonçalves”


Reguilas e Leões no 2.º e 3.º lugar no “Torneio Fernando Gonçalves”(T)

2.Set.18 - A formação do Reguilas de Tires, emblema que desde 2016 leva a efeito no início da época um torneio de homenagem ao seu ex-atleta Fernando Gonçalves, jogador que para além do clube da Linha, vestiu as camisolas do Belenenses, Estrela da Amadora, Campomaiorense e da selecção nacional, acabou por não voltar a levantar o troféu de campeão, como aconteceu em 2017, ao cair nas grandes penalidades (1-3) após o 4-4 registado no final da partida com o Eléctrico FC.
 

Um jogo em que a equipa orientada por Rodrigo Barreiros estava a perder por 2-4 a pouco mais de um minuto para o gongue final, em que a recuperação dos dois golos aconteceu devido à enorme capacidade de luta dos tirenses, o último a três segundos do fim que levou a conquista da 3.ª edição do ”Torneio Fernando Gonçalves” para a marca dos seis metros, onde o Reguilas de Tires não foi eficaz na concretização.

No encontro que abriu o quadrangular, entre o Leões de Porto Salvo e o Reguilas de Tires, em que a formação de Rodrigo Pais de Almeida era favorita, os pupilos de Rodrigo Barreiros conseguiram que a rede da sua baliza não fosse tocada pelo muito assédio dos porto-salvenses ao longo dos 50 minutos de jogo estiveram sempre mais perto do golo, acabando no entanto por ser a equipa anfitriã a chegar ao golo que lhe valeu a vitória (1-0) e o lugar na final do torneio, por intermédio de Leandro Peredo, um dos reforços vindos do Estoril Praia.

O Leões de Porto Salvo, que defrontou no terceiro encontro da tarde o Belenenses, emblema que perdeu o segundo jogo da tarde com o Eléctrico FC nos penáltis (2-3) após o empate no tempo regulamentar (1-1), acabou por finalizar na 3.ª posição ao vencer os azuis nas grandes penalidades, por 3-2, depois do 3-3 nos 50 minutos regulamentares.

O ”Torneio Fernando Gonçalves”, que decorreu no pavilhão de Massapés, contou com o apoio da Junta de Freguesia de São Domingos de Rana e da Câmara Municipal de Cascais, com esta entidade a marcar presença na entrega de troféus por Fernando Ferreira Marques, adjunto do presidente Carlos Carreiras, o homenageado Fernando Gonçalves e Paulo Borges, presidente do Reguilas de Tires.
Reguilas e Leões no 2.º e 3.º lugar no “Torneio Fernando Gonçalves”(tx)
aa
 
FOTO
 
 
 
 
Arquivo - Futsal
 
 





Linha Desportiva
Linha Desportiva | Ficha Técnica | Registo ERC nº 125284 | Direcção: Lobo Pimentel | CONTACTOS | Design & Desenvolvimento: ST Collective Copyright © Todos os direitos reservados